Ivinhema - MS, domingo, 25 de junho de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 19/08/2014 às 08h57

Veja como remover água, gordura e sujeiras da tela de seu smart 


Daniel Ribeiro - TechTudo

Xperia Z1 é à prova d'água mas o seu celular pode não ser. Barbara Mannara/TechTudo

É quase impossível impedir que os smartphones ou tablets acumulem algum tipo de sujeira. É bem comum, por exemplo, a tela ficar engordurada, com o uso, ou com poeira nas frestas. Além disso, acontecem acidentes envolvendo água ou outras substâncias, que podem danificar o gadget definitivamente. Para saber como resolver, veja algumas dicas para salvar o celular "afogado" ou limpar entupimentos nas entradas. Confira.


Apesar das proteções que algumas desenvolvedoras adicionam nas telas dos aparelhos, como o Gorilla Glass, para evitar arranhões, o display ainda é sensível. E como os gadgets acompanham as pessoas em quase todas as tarefas, ficando, inclusive, na mesa durante o almoço, alguns acidentes. Vale lembrar que todos os procedimentos devem ser feitos com bastante cuidado.


1. Areia


Capaz de causar arranhões na tela e na superfície dos gadgets, os grãos de areia podem dar bastante dor de cabeça aos usuários. Os resíduos, muitas vezes, entram nas fendas e fissuras, causando estragos internos. A primeira recomendação é não levar o aparelho para a praia, mas se não tiver outro jeito, é importante mantê-lo dentro da bolsa ou até envolver com uma camada de filme plástico. Assim, poderá manter o touchscreen funcionando e proteger o celular da areia e maresia.


Já fez o estrago? Então para retirar os grãos de areia do aparelho deve-se utilizar um aspirador de pó portátil ou uma lata de spray de ar comprimido, para soprá-los, evitando assim os possíveis arranhões causados pela limpeza direta. 


2. 3 Fiapos e poeira


É difícil fugir dos fiapos e da poeira no dia a dia. Como todos já sabem, ela se acumula em frestas e entradas do smartphone com facilidade, e isso pode causar entupimentos ou prejudicar o funcionamento do gadget, seja na conexão com os fones ou no conector do cabo de recarga.


Um aspirador de pó portátil ou uma lata de spray de ar comprimido também podem resolver esse problema, mas não serão tão eficientes. Um truque caseiro é utilizar um clipes de papel, ou palito de dente, com uma fita adesiva enrolada em sua ponta. Assim é possível retirar delicadamente os fiapos do plugs: mas é preciso atenção para não danificar a entrada do aparelho. Na tela os usuários podem utilizar um pano feito em micro fibra macio, sem fiapos, para esfregar o display e sua superfície, sem arranhar.


4. Detritos sólidos


Alimentos como doces ou cremes, além de outras substâncias, que caíram acidentalmente no aparelho devem ser retirados com cuidado, para não entrar nas frestas ou causar arranhões.  O ideal é usar também um pano, feito em micro fibra, para esfregar delicadamente, em círculos, a sua tela e superfície do gadget. Em lojas de informática é possível comprar um líquido especial para a limpeza da tela e do corpo do aparelho, sem deixar manchas. 


5. Terra


Gosta de fazer trilhas mas vai sempre com o celular? Então já teve ter deixado o gadget cair por acidente na terra. Nesse caso, os grãos são tão abrasivos quanto os de areia. Mas por ser mais úmida, em alguns casos, a terra poderá causar danos maiores se entrar em plugs e fendas. Além disso, é mais difícil usar o aspirador de pó portátil, já que os grãos são mais pesados e podem ficar grudados no gadget.


Assim, recomenda-se que sejam utilizados pedaços de fita adesiva, não tão abrasiva, colando e retirando, levemente, para que a terra não seja friccionada na tela ou superfície do aparelho. Caso alguns grãos continuem presos, esfregue delicadamente um pano de micro fibra na região.


6. Pelos e cabelos


Cabelos ou pelos de pessoas, ou animais, agarrados à tela de gadgets podem um inconveniente na utilização de comandos do touchscreen, e ainda acabam contribuindo para que fiapos se acumulem em plugs e frestas de sua superfície.



Os usuários tanto poderão fazer o uso do aspirador de pó portátil ou da lata de spray de ar comprimido para retirá-los, quanto colar e retirar pedaços de fita adesiva. Além disso, o método mais prático é usar o bom e velho pano de micro fibra para remover os detritos indesejados.


7. Água


Em geral, componentes eletrônicos são extremamente vulneráveis ao contato com a água, especialmente a do mar, já que o sal é bem corrosivo e pode estragar partes do hardware. É recomendado que smartphones e tablets sempre estejam protegidos em sacolas ou pacotes plásticos, quando o usuário for carrega-lo para praia, piscina ou enfrentar um dia de chuva.


No entanto, se acontecer algum acidente com água há formas de tentar salvar o aparelho, antes que seu interior seja danificado. A primeira coisa a ser feita é remover a bateria e o cartão SIM o mais rápido possível. Em seguida, seque o aparelho e seus componentes com toalhas de papel e coloque-o em uma tigela ou um saco de arroz cru por pelo menos oito horas: o cereal irá absorver a umidade restante em seus componentes. Depois, confira se os componentes estão realmente secos e tente religar o aparelho. Não esqueça de verificar se há água nas entradas microUSB e dos fones.


8. Gordura, óleos e líquidos pegajosos


Tablets e smartphones que não tenham películas especiais, ou protetores contra resíduos gordurosos, apresentarão constantemente as inconvenientes marcas de dedos e manchas na tela.

Para remover substâncias oleosas e a gordura produzida por alimentos, ou pelo manuseio do usuário, é preciso esfregar suavemente um pedaço de pano de micro fibra, utilizando algum produto de limpeza próprio para smartphones e tablets. As fendas e arestas podem ser limpas com cotonetes, ou com palitos enrolados em algodão.