Ivinhema - MS, quinta-feira, 19 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 01/09/2016 às 13h57

Felipe Massa anuncia aposentadoria da F1 após o fim da atual temporada


Gazeta Esportiva

Foto: LOIC VENANCE/AFP

Felipe Massa não correrá mais na Fórmula 1 após o fim da atual temporada

Felipe Massa anunciou nesta quinta-feira que não permanecerá na Fórmula 1 após o fim da atual temporada. Aos 35 anos, o piloto brasileiro não atravessa boa fase com a Williams, ocupando apenas a décima colocação do Mundial, com 39 pontos. Massa encerra uma trajetória de 14 anos na principal categoria do automobilismo, tendo como melhor resultado o vice-campeonato mundial em 2008. Ele possuía contrato com a Williams até o fim deste ano e optou por não iniciar as tratativas por uma possível permanência na sua equipe ou na F1.

 

Com 242 aparições na Fórmula 1, Massa acumula 11 vitórias – todas pela Ferrari – e 16 pole positions. Atuando na categoria desde 2002, o brasileiro teve seu auge em 2008, quando era o virtual campeão mundial até a última curva de Interlagos, último GP do ano, no qual Hamilton conseguiu a ultrapassagem necessária na última curva do circuito para terminar a corrida em quinto e garantir o título.

 

“Minha carreira foi mais do que esperava e tenho orgulho de tudo o que conquistei. Finalmente é uma grande honra em encerrar minha carreira em um time tão fantástico como é a Williams. Será um dia muito emocionante para mim quando eu finalmente concluir minha carreira na Fórmula 1 com meu 250º GP em Abu Dhabi”, disse o brasileiro, que até o fim do ano se tornará o oitavo piloto com mais largadas na Fórmula 1. Barrichello é o primeiro.

 

“Muito obrigado a todos com quem trabalhei durante esses anos. Cada equipe que fiz parte me proporcionou uma grande experiência e não apenas na Fórmula 1. Tenho muitas boas memórias ao longo desses anos e agradeço a todos, de todas as equipes que fiz parte, por me ajudar a chegar onde estou hoje”, completou.

 

Assinando contrato com a Ferrari após se destacar na F3000, Felipe Massa iniciou sua trajetória na Fórmula 1 com a Sauber, cedido por empréstimo pela escudeira italiana, em que permaneceu por três temporadas – em 2003 teve um hiato após desentendimentos com o chefe da equipe, que pediu a ele para ceder sua posição a Nick Heidfeld, fato negado pelo brasileiro. Três anos mais tarde se transferiu para a Ferrari, assumindo o lugar de Rubens Barrichello, escuderia em que viveu seus momentos mais vitoriosos, ajudando Kimi Raikkonen a vencer o campeonato de 2007 e faturando o vice no ano seguinte.

 

O que Massa não esperava era sofrer um acidente anos depois justamente por conta de uma mola que se soltou do carro de Rubinho em 2009. Após ficar afastado para se recuperar do ocorrido, ele voltou às pistas em 2010, mas não reencontrou seu melhor desempenho e além disso teve de lidar com o protagonismo de Alonso na escudeira italiana, que antes era seu.

 

Um dos pilotos mais experientes da Fórmula 1 se prepara para se despedir das pistas no próximo dia 27 de novembro, data do último GP do ano, o de Abu Dhabi. Outras figurinhas conhecidas dos fãs de automobilismo, Jenson Button e Fernando Alonso, a dupla da McLaren, também avaliam a possibilidade de se retirarem da categoria ao fim do ano. Duas semanas antes, Interlagos acolherá a multidão que deve comparecer ao autódromo para assistir ao principal brasileiro na F1 correndo em casa pela última vez.