Ivinhema - MS, quarta-feira, 18 de outubro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 10/03/2017 às 08h58

Ilda paga 1,2 milhões de contas do ex-prefeito Junior e investe R$ 3 mi no comércio de Fátima do Sul


Fatima em Dia

Foto: Washington Lima

Prefeita Ilda Machado reafirmou que será “parceira” dos empresários, em busca de fortalecimento da economia

“Vamos fazer a diferença e honrar com os compromissos”. Com está frase a prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado (PR), resume o comprometimento para um terceiro mandato como prefeita de Fátima do Sul.

 

Nos primeiros meses, a gestão Ilda Machado, já pagou aproximadamente R$ 1,2 milhões em dívida e compromissos não honrados pelo ex-prefeito de Fátima do Sul, Eronivaldo da Silva Vasconcelos Junior, o Junior Vasconcelos (PSDB). O montante são de dívidas referentes às rescisões de contratos, contas com fornecedores, contas de água, energia e débitos previdenciários com INSS e IPREFSUL.

 

Diante do cenário de crise econômica, de dívidas de quase R$ 20 milhões, frota sucateada, prédios públicos em situação de abandono, falta de medicamentos para a população e obras paralisadas, a prefeita Ilda Machado, que pretende focar a gestão no comércio local, já investiu mais de R$ 3 milhões em Fátima do Sul. “A ideia é comprar tudo [no comércio local]. Só não vou comprar o que não tiver em Fátima do Sul”, disse Ilda Machado, em entrevista a reportagem. Segundo a prefeita, com a preferência pelos fornecedores locais, a consequência é que a economia decole e force os comerciantes a empregar mais gente.

 

Ilda Machado reiterou a sua posição de realizar uma administração aberta às reivindicações da sociedade e que o segmento do comércio é um dos “pilares da economia” da cidade. A prefeita reafirmou que será “parceira” dos empresários, em busca de fortalecimento da economia, para que haja “progresso cada vez maior”, em benefício da população.

 

A Prefeita Ilda Machado disse que se sente honrado em mais uma vez poder contribuir com o desenvolvimento do comércio local e consequentemente do município. “Como gestora pública me vejo na obrigação de contribuir para o avanço de nossa cidade e, independente da obrigação, faço por prazer porque sempre gostei de investir no que traz resultados positivos para a sociedade como um todo, pois é uma das melhores formas de combatermos a pobreza e propiciar qualidade de vida aos munícipes”, relatou Ilda.