Ivinhema - MS, sexta-feira, 17 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 11/03/2017 às 11h00

Comercial e Sete devem receber cota extra da CBF por participação na Copa do Brasil


Capital News

Foto: Noé Faria/TNG Informa

Eliminado na segunda fase, Sete de Setembro terá premiação superior a do Colorado, que caiu ainda na fase inicial

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta quinta-feira (9) uma informação que animou Comercial, Sete de Setembro e outros 89 clubes que participaram da Copa do Brasil neste ano. Já com a maior premiação da história do torneio, com aproximadamente R$ 95 milhões pagos às equipes entre todas as fases, a entidade anunciou um aumento de R$ 17 milhões, que beneficiará todos os times integrantes da competição, inclusive os já eliminados.



O acréscimo na premiação acontece devido ao menor número de partidas nas duas primeiras etapas da Copa do Brasil, que levou a CBF a renegociar as cotas com as empresas que auxiliam na logística e as economias feitas nas fases inicias serão repassadas em dinheiro aos clubes. A notificação foi enviada pelo presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, às federações de todos os Estados.



Com o aumento no valor das cotas, os times de Mato Grosso do Sul poderão ganhar um alivio surpresa nas contas dos próximos meses. O Sete de Setembro, que avançou da primeira fase ao eliminar o River/PI e caiu para o Sport/PE, em Recife, já recebeu R$ 540 mil de cota somado as duas fases, enquanto o Comercial, eliminado no primeiro jogo para o Joinville, faturou ‘apenas’ R$ 226 mil.



O valor que será repassado com o acréscimo na premiação não foi divulgado, no entanto, é certo que o valor será dividido de forma proporcional entre as equipes participantes de cada fase. Com isso, o Sete de Setembro, por exemplo, irá receber mais que o Comercial, por ter ido mais longe na competição.



A premiação total do torneio chega agora a praticamente R$ 112 milhões, um recorde, porémque será quebrado em 2018. A CBF já anunciou que com o novo contrato com o grupo Globo, válido a partir do próximo ano, o valor em torno das premiações na competição será superior a R$ 300 milhões, com apenas o campeão ganhando quase R$ 70 milhões.