Ivinhema - MS, quinta-feira, 19 de outubro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 20/04/2017 às 14h47

Após temporal e alagamento, moradores temem cratera na Capital

Região sul da Capital ficou isolada durante temporal


- Midiamax

Foto: Cleber Gellio

Caminhão afundou o asfalto

A região sul de Campo Grande, nas proximidades da Avenida Gury Marques, ficou isolada por causa do temporal na tarde da última quarta-feira (19). Nesta quinta-feira (20), equipes da Prefeitura estão no local realizando a limpeza e os moradores, diante do tempo nublado, temem novos alagamentos com a chuva que pode cair a qualquer momento. 



Na altura do Bairro Cidade Morena, uma erosão com quase 20 metros de comprimento e três metros de profundidade está quase chegando à Avenida Gury Marques. No bairro, várias casas possuem mureta de contenção para evitar que a água entre nas residências. Morador do local há 40 anos, Marcos Antônio, afirma que a cada ano, a situação fica pior. A casa dele é uma das que tem mureta para proteção. 



“Ontem começou a chover por volta das 16h e ficamos ilhados em casa. A água só foi escoada 22 h com ajuda do Corpo de Bombeiros”. Outro temor do morador, é com relação às árvores próximas da residência, que aparentam estar condenadas, e que não foram retiradas pelo poder público até o momento. 

 

Ainda na avenida, um posto de combustível teve a calçada arrancada pela força das águas e deixou muita pedra pelo local. O caminhão que saia da empresa BRF e afundou, ficando metade preso dentro do asfalto permanece no local, enquanto a empresa aguarda um guincho.



Temporal

Durante o temporal que atingiu Campo Grande, na tarde da quarta-feira (19), a chuva alagou e interditou os dois sentidos da Avenida Gury Marques. O congestionamento atingiu dois quilômetros e o Corpo de Bombeiros teve de pedir reforço da PRF (Polícia Rodoviária Federal) para a interdição da rotatória.



Vários pontos dos bairros Mario Covas, Rouxinóis e Jardim Cangurus tiveram casas invadidas pela água da chuva. O Ceinf (Centro de Educação Infantil) da Moreninha 4 ficou alagado durante temporal. O volume da água também invadiu a enfermaria da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário.



Segundo a Defesa Civil, foram registradas ocorrências de alagamentos também nos bairros Mário Covas, Jardim Canguru e Santa Felicidade. Foram contabilizados 124,75 milímetros de chuva.