Ivinhema - MS, quarta-feira, 18 de outubro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 24/05/2017 às 10h01

Acusado de roubar R$ 1 milhão de banco é morto ao tentar resgatar detentos de presídio

Roubo a banco aconteceu em Sonora


Midiamax

Foto: Midiamax

Morreu ao tentar resgatar detentos do presídio no estado do Maranhão, Ronalth Correia Coelho acusado de ser um dos integrantes da quadrilha, que explodiu e roubou a agência bancária do Banco do Brasil, na cidade de Sonora distante 351 quilômetros de Campo Grande, em 2016.

 

Ronalth morreu em uma troca de tiros com a polícia. Os detentos que tentava resgatar faziam parte da quadrilha interestadual de roubos a bancos. Ainda segundo o site Coxim Agora, sete presos seriam resgatados sendo que seis homens foram mortos durante o confronto, entre eles Ronalth.

 

Um grupo armado com fuzis explodiu o muro do estabelecimento penal e atiraram contra agentes penitenciários, e 32 internos conseguiram fugir, sendo que 9 já foram recapturados.

 

Em abril de 2016, grupo fortemente armado explodiu a agência do Banco do Brasil em Sonora. Além de explodir o banco, membros da quadrilha permaneceram na frente da delegacia da cidade, além do batalhão da Polícia Militar, atirando a todo momento para evitar que os agentes conseguissem sair.

 

 

O banco foi totalmente destruído. O teto do banco desabou, paredes caíram e toda a estrutura foi abalada. O bando explodiu não só os caixas eletrônicos, mas também o cofre principal.

 

Durante a ação, uma pessoa foi atingida por um tiro na perna, mas recebeu atendimento e teve o projétil, que chegou a ficar alojado. Dois meses e meio depois, parte da quadrilha foi apresentada pelo Garras e Ronalth já havia sido identificado e indiciado.