Ivinhema - MS, quarta-feira, 18 de outubro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 05/06/2017 às 16h00

Candidato do PMDB é eleito prefeito com 51% dos votos válidos em Tacuru


- Correio do Estado

Foto: Vilson Nascimento/Ponta Porã Informa

Carlos Pelegrini (à dir), com seu vice Dr. Marcelo, foi eleito prefeito de Tacuru neste domingo

As abstenções chegaram a 1.698 e dos 7 mil candidatos, 24% não compareceram às urnas.

 

Com diferença de 105 votos Carlos Alberto Pelegrini (PMDB) é eleito prefeito de Tacurú-MS. Dos 5.366 votos apurados, Pelegrini venceu o presidente da Câmara dos Vereadores Paulo Sérgio de Lopes Melllo (PP). Enquanto Mello computou 49% dos votos válidos, Pelegrini dessa vez venceu com 51%.

 

Novas eleições aconteceram porque no pleito passado o candidato vencedor, Claudio Rocha Barcelos (PR) e seu vice, Adailton de Oliveira tiveram a chapa com registro de candidatura indeferido e com recurso judicial em tramitação. Por essa razão todos os votos de 2016 foram computados como nulos.

 

Pelegrini tinha perdido para Claudio com diferença de 89 votos. Dessa vez o peemedebista venceu o candidato do PP com diferença de 105 votos. 

 

As eleições de 2016 tiveram um candidato a mais do que o pleito de hoje. Além de Claudio e Pelegrini, outro político que se candidatou foi Beto Melo do PTN. 

 

Em 3 de abril deste ano, decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou definitivo o indeferimento do registro de candidatura de Adailton ao cargo de vice por compra de voto e, com isso, votos computados como nulos no dia da eleição também tornaram-se definitivos, sendo necessário novo pleito.

 

Candidatos têm até o dia 9 de junho para entregar a prestação de contas e diplomação deve ocorrer até 24 de junho.

 

Desde o começo do ano, a cidade está sob a administração interina do ex-presidente da Câmara dos Vereadores, Paulo Melo.