Ivinhema - MS, segunda-feira, 26 de junho de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 06/06/2017 às 10h24

NOVO HORIZONTE DO SUL: Prefeito e presidente da câmara gastam mais de R$ 6 mil em uma única viagem


Ivinoticias

Foto: Reprodução

Marcilio e Daniel

Mesmo diante da famosa crise econômica e os escândalos de denuncias de corrupção que afligem o Brasil, o prefeito de Novo Horizonte do Sul, Marcilio Benedito (PDT) e seu vereador predileto e atual presidente da câmara municipal, Daniel Alves (PT) no último mês fizeram uma viagem para Brasília e juntos gastaram mais de R$ 6 mil reais em diárias.

 

Conforme apurou o Site Ivinoticias, o presidente da Câmara, Daniel Alves, solicitou e já recebeu a quantia de R$ 3.600,00 para participar da XX Marcha dos prefeitos em Brasília-DF, no qual naquela semana revoltou alguns vereadores, que até questionaram durante a sessão o porquê de ele ter viajado. O doutor em Direito Constitucional e professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Sandro Oliveira afirmou em outra reportagem que a viagem de um vereador à Brasília “não tem nenhum efeito prático”. “Quem apresenta as emendas são deputados e senadores. Não tenho dúvida que pedido de vereador não tem peso e nenhuma eficácia”, declara. Além disso, fica realmente comprovado o abuso e gasto do dinheiro público, já que todos os deputados e senadores têm escritórios na capital, não havendo a necessidade da viagem, ou até mesmo, bastaria um telefonema para pedir apoio.

 

Já o prefeito Marcilio Benedito gastou R$ 3.250,00 durante a viagem, um gasto também questionável, já que não há informações no que o montante foi gasto, já que a diária serve para ressarcir gastos e não para complementar o salario.

 

OUTRO LADO

 

A reportagem enviou há dias o questionamento sobre as diárias gasta pelo vereador através do sistema de ouvidoria da câmara municipal, mas até o fechamento da matéria não houve resposta, também foi solicitado para a assessoria de imprensa da prefeitura informações referente à matéria como os comprovantes dos gastos feitos na viagem, mas também ninguém se manifestou.