Ivinhema - MS, terça-feira, 17 de outubro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 16/06/2017 às 14h47

Integrante do Cidade Negra é condenado por agredir esposa

Baixista cumprirá dois anos de serviços comunitários


msn

Acusado de agredir Marcele Simeão durante os 17 anos de casamento, Bino Farias foi condenado no fim de maio a dois anos de serviços comunitários pelo Juizado de Violência Doméstica Familiar Contra a Mulher da Comarca de Niterói, Rio de Janeiro.

 

O baixista do grupo Cidade Negra deverá cumprir sete horas semanais de atividades, além de comparecer mensalmente ao Juizado. No segundo ano, ele deverá se apresentar ao juiz a cada dois meses, segundo o jornal "O Dia".

 

“Em dois anos de processo, nenhum recurso foi admitido. A maior dificuldade que a Lei Maria da Penha ainda encontra é na hora do registro de ocorrência e muitas vezes exige a presença de um advogado", disse a advogada de Marcele, Ana Bernadete, à publicação.

 

Já a autora do processo acredita que possa ser exemplo para muitas outras mulheres: "Foram 17 anos de agressões físicas, psicológicas e patrimoniais. Eu espero que o meu depoimento possa auxiliar principalmente na prevenção de casos como o meu".