Ivinhema - MS, sexta-feira, 23 de junho de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 19/06/2017 às 16h13

Após alarme disparar, polícia encontra corpo de empresário no fundo de piscina

Vítima estava com pés e mãos amarrados


- Midiamax

Ao verificar o possível roubo a uma residência na madrugada desta segunda-feira (19), equipes da Polícia Militar de Anastácio, a 134 quilômetros de Campo Grande, encontraram o corpo do morador no fundo da piscina do local. O empresário Ronaldo dos Santos Batista, de 38 anos, estava com pés e mãos amarrados e também com um vaso nas costas para impedir que ele boiasse.

 

Por volta das 3h20 o alarme de uma casa da Vila Maior disparou e um funcionário da empresa responsável pela segurança foi até o endereço. Chegando na casa, ele percebeu que a porta da frente estava aberta e acionou a Polícia Militar.

 

Assim que entraram na casa, os militares encontraram o corpo de Ronaldo no fundo da piscina. Ele estava com os pés e mãos amarradas por um fio de nylon e ainda um vaso preso as costas, para impedir o corpo de boiar.

 

Os policiais também constataram que o veículo do empresário, um Volkswagen Saveiro Cross, havia sido levado da residência. Equipes da Polícia Civil e da perícia foram até o local. O Corpo de Bombeiros também foi chamado para retirar o corpo da água.

 

Não há detalhes do crime e se outros pertences de Ronaldo foram levados. Conforme apurado pela reportagem, as equipes de investigação buscas pelos autores do crime e o caso é tratado inicialmente como latrocínio.

 

Ronaldo, segundo a imprensa local, era o proprietário do restaurante Estação Pantaneira e bastante conhecido nos municípios de Anastácio e Aquidauana. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do município como roubo, se da violência resulta morte.