Ivinhema - MS, quarta-feira, 22 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 21/06/2017 às 09h09

Avó faz barraco em sala de aula do neto especial e acaba na delegacia


midiamax

Uma professora de 32 anos procurou a Polícia Civil depois que a avó de um aluno invadiu uma escola estadual do Conjunto José Abrão gritando e a acusando de deixar a criança presa em sala de aula. Segundo a profissional, esta não é a primeira vez que a familiar faz esse tipo de perturbação.

 

Conforme o boletim de ocorrência, o aluno tem necessidades especiais e não estava trancado em sala. Ainda segundo o registro, a familiar invadiu o local dizendo: “Você largou meu neto trancado dormindo (sic)”.

 

A professora e a avó da criança foram até a sala de aula e mesmo não confirmando as acusações, a familiar continuou gritando. A confusão ocorreu no pátio na frente de diversos alunos e só terminou na sala da coordenação.

 

De acordo com o registro policial, a avó do aluno já foi denunciada por outros profissionais da educação da escola, pois sempre age do mesmo jeito invadindo e acusando as pessoas de trabalharem mal ou causar maus tratos contra seu neto.

 

Ainda na delegacia, a professora manifestou desejo de que as investigações continuem e que havendo necessidade, apresentará testemunha do fato, bem como cópias de atas que foram redigidas durante a presença da avó na escola.

 

O caso foi registrado como perturbação do trabalho ou do sossego alheios.