Ivinhema - MS, segunda-feira, 25 de junho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 29/07/2017 às 09h08

Sem Massa, Brasil ficará sem piloto no grid da F1 pela 1º vez desde 1982

Com vertigem e dores de cabeça, Felipe decide em conjunto com equipe não participar da corrida em Budapeste, dando lugar ao reserva Paul di Resta


- Globo Esporte

Foto: Getty Images

No GP da Hungria de 2008, Felipe Massa ficou a pé em razão de problemas mecânicos na Ferrari quando liderava a poucas voltas do fim

Pela primeira vez em quase 35 anos - desde o boicote de Nelson Piquet, Chico Serra e Raul Boesel à FISA, em San Marino - a Fórmula 1 realizará uma corrida sem um piloto brasileiro no grid. Felipe Massa, que havia se sentido mal após o segundo treino livre para o GP da Hungria, ainda na sexta-feira, voltou a sentir um mal-estar neste sábado, na última atividade antes do treino classificatório. Assim, o paulista decidiu em conjunto com a Williams não participar da definição do grid, já que esta é uma prova de muito desgaste físico, o que fica ainda mais latente com as altas temperaturas do verão no país europeu. Consequentemente, Massa não participará da corrida no domingo, em Budapeste, dando lugar ao reserva da equipe britânica, Paul di Resta, que atualmente corre pela Mercedes na DTM (categoria alemã de turismo). Apesar de treinar em simuladores da escuderia de Grove, Di Resta nunca guiou o carro de 2017, tendo pilotado um F1 pela última vez no GP do Brasil de 2013, quando era titular da Force India.

 

Olá, pessoal. Como vocês sabem, não disputarei o GP da Hungria. Não estava me sentindo bem no carro. Estava me sentindo tonto. Estou triste porque queria estar no carro, correndo pelo time, por mim, neste lugar especial que é a Hungria. Mas eu espero que Paul e o time façam o melhor neste fim de semana. Preciso descansar e me preparar da melhor maneira para voltar ainda mais forte em Spa. Então muito obrigado pelo apoio e ajuda, de todos e do time. Nos vemos em Spa - afirmou Massa em seu Twitter.

 

De acordo com as primeiras informações, Felipe está sentindo vertigem e muitas dores de cabeça, além de "alguma coisa nos ouvidos", como relatou Claire Williams, chefe do time, em entrevista. Enquanto especula-se uma possível crise de labirintite viral, um exame mais completo será realizado apenas após a corrida. Claire comentou a decisão de substituir Massa por Di Resta.

 

Infelizmente o Felipe não está se sentindo bem o suficiente para guiar para o nosso time pelo resto do fim de semana. Como vocês sabem, ele se sentiu mal no 2º treino livre de ontem. Ele fez alguns testes no centro médico e depois no hospital e foi liberado para participar do 3º treino, mas no começo ele voltou a se sentir mal. Ele está sofrendo uma vertigem, alguma coisa nos ouvidos, mas eu nao sei os termos médicos ao certo. Mas ele precisa de mais exames, que ele fará depois do GP. O time, em conjunto com Felipe, tomou a decisão de que ele nao fará parte da classificação (neste sábado) e da corrida amanhã.

 

Massa, aliás, parece não ter sorte alguma na pista húngara. Em 2008, quando o piloto liderava a prova e brigava pelo título, seu motor explodiu a três voltas do fim da prova. No ano seguinte, o brasileiro sofreu o pior acidente da carreira ao ser atingido por uma mola que se soltou do carro de Rubens Barrichelo, precisando passar por cirurgia e ficar afastado das pistas pelo resto daquela temporada.