Ivinhema - MS, quarta-feira, 22 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 09/08/2017 às 08h56

Réus pelo assassinato de radialista são condenados a 16 e 19 anos de prisão

Crime foi executado no dia 5 de agosto de 2015


Campo Grande News

Foto: Umberto Zum

Mauro Queiroz Cárceres e Alison Roberto Carvalho Navier foram condenados ontem

O Tribunal do Júri realizou, ontem (08), o julgamento de dois acusados pelo assassinato do radialista Ailton Ferreira de Oliveira, 35, conhecido como "Verdinho", ocorrido no dia 5 de agosto de 2015, em Itaquiraí.

 

Mauro Queiroz Cáceres, 27, e Alison Roberto Carvalho Navier, 24, foram condenados a 16 e 19 anos de prisão, respectivamente. O terceiro envolvido no crime, Paulo Sérgio Vieira, 26, havia sido julgado em fevereiro e pegou pena de 19 anos de prisão.

 

A investigação concluiu que Paulo foi o autor dos cinco tiros que provocaram a morte do radialista. Alison é apontado como o mandante e Mauro teria dado suporte para a fuga após o crime.

 

Caso - Ailton trabalhava como locutor na rádio Vale Azul FM e foi morto depois de ser atingido por cinco tiros em frente da casa onde morava.

 

Um mês após o assassinato, a Polícia Civil analisou as ligações telefônicas da vítima e chegou até os três autores do crime, que moram em Naviraí, cidade vizinha a Itaquiraí.

 

As investigações apontaram que Alisson pagou R$ 15 mil a Paulo e Mauro pela execução do radialista. Os motivos do crime não foram revelados pelos acusados, mas suspeita-se que tenha relação com notícias de roubos divulgadas na época pelo radialista.