Ivinhema - MS, terça-feira, 21 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 14/09/2017 às 14h08

Incêndio de madrugada mata 22 crianças em escola religiosa na Malásia


midiamax

Foto: Divulgação

Vinte e quatro pessoas morreram em um incêndio em uma escola religiosa na região de Kuala Lumpur, na Malásia, na madrugada desta quinta-feira (14). A maioria das vítimas eram estudantes, segundo agências internacionais.

 

Além de 22 estudantes, dois inspetores da escola religiosa Tahfiz Darul Quran Ittifaqiyah teriam falecido no incêndio, de acordo com os Bombeiros.

 

"Eu acho que este é um dos piores desastres de incêndios do país nos últimos 20 anos. Agora estamos investigando a causa do fogo", disse o chefe do Departamento de Bombeiros, Khirudin Drahman.

 

O incêndio teria atingido os quartos dos alunos antes da chega dos bombeiros. "As crianças tentaram desesperadamente escapar das chamas, mas as grades impediram sua saída do prédio" declarou o ministro dos Territórios da Federação Malia, Tengku Adnan Mansor.

 

 

Segundo a diretoria da Polícia de Kuala Lumpur, os corpos das crianças vítimas do incêndio foram encontrados "completamente carbonizados". "Infelizmente, havia apenas uma saída e não conseguiram escapar".

 

Vizinhos relataram à imprensa local que realizavam uma oração de madrugada quando ouviram gritos de socorro da escola, enquanto o prédio era devorado pelas chamas.

 

O ministro dos Territórios da Federação, Tengku Mansor, manifestou pesar às famílias da vítima e pediu pressa na apuração do caso. "A escola não tinha licença de funcionamento concedida pelas autoridades locais", segundo ele.