Ivinhema - MS, sexta-feira, 17 de novembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 17/10/2017 às 18h39

Site diz que Naviraiense pode não jogar o Estadual em 2018 e até ser extinto

Falta de recursos e indefinições na diretoria podem atrapalhar a sequência do clube no futebol profissional


Gazeta MS

Foto: Orisvaldo Sales

Futuro do Naviraiense segue indefinido e reunião com prefeito pode ser determinante nesta terça-feira

O Naviraiense pode abandonar o futebol profissional a partir de 2018! Pelo menos é o que afirma o site Sul News nesta terça-feira onde relata as dificuldades do time em formar uma nova diretoria e buscar apoio financeiro para a disputa do estadual.

 

De acordo com o site, após a renúncia coletiva da diretoria executiva, um grupo de empresários se propôs a buscar patrocinadores e chegam a listar ações, mas quer a participação da Prefeitura e ainda segundo a matéria, o prefeito José Izauri de Macedo (DEM), não está sensibilizado a ideia de liberar recurso público. Para os interessados em assumir o Jacaré, a ausência do poder público se torna inviável o projeto e a desistência seria o caminho seguinte a seguir, que poderia acarretar em punição pela Federação de Futebol e até a extinção do clube.

 

O site ainda relata que, com dinheiro público (verbas que giraram entre R$ 200 mil a R$ 600 mil/ano) o Naviraiense teve caixa para disputar bem as competições estaduais e, o Naviraiense ganhou o campeonato estadual da Série B de 2007 (final contra o Comercial de Campo Grande) e o estadual da Série A de 2009 (contra o Ivinhema, em pleno Saraivão) e foi três vezes vice-campeão estadual, tendo disputado quatro Séries D do campeonato brasileiro.

 

Nos dois anos em que o naviraiense disputou o campeonato estadual de futebol da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) sem receber dinheiro da Prefeitura (2016/17), a equipe lutou contra o rebaixamento até a última rodada, com montagem de elenco de baixa qualidade técnica e viu reduzida a presença de sua torcida nas arquibancadas.

 

A diretoria executiva do Naviraiense, presidida pelo comerciante de venda de combustíveis, Sérgio Stefanello, fez a renúncia coletiva dos cargos em agosto. De lá para cá, duas vezes o presidente do Conselho Deliberativo – Fábio Chagas convocou eleições, mas não apareceram interessados em formar chapa para disputar a eleição.

 

O grupo de abnegados que ainda não tem cargos de diretores do Naviraiense é composto pelo servidor público estadual José Roberto Alves, pelos empresários Adriano Gouveia (Atacado Naviraí), Carlos da Pradodiesel, Vinicius Andrade (Erva Mate Campanário). Por enquanto o clube só tem o Conselho Deliberativo, presidido pelo empresário Fabio Chagas (Chama / Fogo Atacadista).