Ivinhema - MS, quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

10º min
26º min



Publicado em: 07/12/2017 às 15h58

Azambuja vai pedir que deputados aprovem empréstimo de R$ 254 milhões


correiodoestado

Foto: Divulgação

Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), vai encaminhar à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul projeto pedindo para que a Casa de Leis autorize empréstimo com a Caixa Econômica Federal de, aproximadamente, R$ 254 milhões. O recurso, de acordo com Azambuja, será destinado para obras de infraestrutura, bem como a construção de rodovias e pontes de concreto.

 

O deputado estadual e líder do Governo no Legislativo, Rinaldo Modesto (PSDB), já adiantou que o projeto será votado em regime de urgência “para dar tempo de ser aprovado antes do recesso parlamentar de 2017”, afirmou. 

 

O empréstimo será feito na Caixa Econômica Federal com doze parcelas anuais. A carência está estimada para ser de dois anos e serão dez anos para quitar a dívida. 

 

Alguns parlamentares já sinalizaram que vão analisar com bastante cautela o pedido do governador. “Se for para fundo de campanha e publicidade eu tô fora”, rebateu o petista Cabo Almi.

 

Outro parlamentar que demonstrou preocupação foi o deputado estadual Amarildo Cruz (PT). “Temos que ver a capacidade de dívida do Estado. Onde vai ser gasto? Esse alongamento é possível? O que isso aumenta na dívida que o Estado paga para União”, indagou o parlamentar. 

 

Os peemedebistas Eduardo Rocha e Renato Câmara acreditam que a ação é importante. “Estado tendo capacidade é importante, precisamos produzir e, sem estradas e pontes, ficamos inviabilizados nos investimentos”, justificou Câmara. 

 

“Fizemos uma carta-consulta à Caixa e ela disse que pode financiar o Estado em obras de infraestrutura, são rodovias e pontes de concreto, e eu estou mandando um pedido de autorização à Assembleia. Se assim ela concordar, em dar autorização, aí sim, encaminhar uma carta-consulta de quais rodovias, quais as pontes de concreto que seriam realizadas com recursos desse empréstimo”, declarou o governador. 

 

Sobre os valores, de acordo com Azambuja, o montante pode chegar até R$ 254 milhões. “Mas nós não definimos ainda”, adiantou.

 

O deputado Rinaldo Modesto concluiu que o projeto está sendo encaminhado em “boa hora”. “Vai ajudar muito na infraestrutura. Estado está precisando muito de investimentos nessa área”, justificou o líder do Governo na Casa de Leis. 

 

Ainda de acordo com o Executivo, a garantia do empréstimo seria o Fundo de Participação dos Estados (FPE).