Ivinhema - MS, domingo, 15 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 22/12/2017 às 16h18

Mesmo contrariando presidente, vereadores de Taquarussu ‘batem o pé’ e aprovam 13º salário


Nova News

Foto: Assessoria

Presidente disse que o seu voto fosse para decidir, o projeto não passaria

A Câmara de Taquarussu também entrou na farra do 13º salário em meio à crise que o país enfrenta. Mesmo derrotando o presidente da Casa, Antônio da Rocha Xisto (PSDB), um projeto de resolução, que aprova o pagamento da gratificação, foi votado pelos vereadores em sessão extraordinária na última segunda-feira (18).

 

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso, dos 9 vereadores, 7 votaram a favor da medida. Sem direito a votar, 'Lourinho da Saúde', como é conhecido o presidente, se mostrou contrário à proposta, junto com a vereadora Santina Ferreira Lima, também do PSDB, que votou contra na sessão.

 

Por telefone, o presidente disse à reportagem que se fosse para votar a sua decisão seria contra por entender que não é justo um vereador receber 13º. “Já recebemos o nosso salário, não seria preciso ganhar mais, especialmente devido à situação que o Brasil se encontra. Se meu voto fosse para decidir, o projeto não passaria”, enfatizou.

 

Votaram a favor os vereadores Antonia Cesar do Amaral de Andrade (PSDB), Clóvis Leandro Crivelli (PR), Luciano Batista de Jesus (PTB), Marcílio Evangelista (PR), Roberto dos Santos Neves (PDSB), Sandro Félix de Melo (PMDB) e Valmir Vieira de Oliveira (PSDB). De acordo com o presidente, um parecer do projeto será encaminhado para o TCE/MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) a fim de ser analisado para o seu devido cumprimento.

 

Pelo informado, cada vereador de Taquarussu tem um salário bruto de R$ 4.922,00 e o repasse do duodécimo é de R$ 111.500,00. No município, o prefeito, vice-prefeito e secretários já recebem o 13º salário.

 

Classificado como um dos assuntos políticos de maior destaque da semana, a Câmara de Batayporã precisou voltar atrás após aprovar uma lei para o pagamento do 13º salário a prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores. Já com tudo quase certo para o dinheiro extra entrar na conta em dezembro de 2018, conforme preconiza a lei, o projeto precisou ser engavetado.