Ivinhema - MS, quinta-feira, 19 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 10/01/2018 às 08h29

NOVA ANDRADINA: Adolescentes que protagonizaram onda de crimes já estão soltos

Furtos e roubos foram cometidos por adolescentes com idade entre 15 e 17 anos, durante as festividades de fim de ano


Jornal da Nova

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Arma e itens apreendidos.

A Polícia Civil de Nova Andradina, por meio da SIG (Seção de Investigações Gerais), identificou parte dos autores que protagonizaram a última onda de crimes do município, durante as festividades de fim de ano, contudo, todos eles já estão novamente nas ruas por conta da falta de vagas em UNEIs (Unidades Educacionais de Internação).

 De acordo com a polícia, os furtos e roubos esclarecidos foram cometidos por adolescentes com idade entre 15 e 17 anos. O primeiro caso ocorreu na madrugada de cinco de dezembro. Na ocasião, as vítimas estavam dormindo quando acordaram no meio da noite e surpreenderam vários indivíduos dentro da casa. Ainda assim, os assaltantes conseguiram subtrair um telefone celular Iphone S5, algumas peças de roupas e HDs externos. 

 

Desse primeiro crime, foi identificado um adolescente de 15 anos, com muitas passagens pela polícia, incluindo tráfico de drogas. Em diligência de busca e apreensão domiciliar foram encontrados, na casa do jovem, mais objetos provenientes de furto em residência, além de cerca de 800 pinos para acondicionar cocaína, 243 gramas de maconha, simulacro de arma de fogo, munição, relógios de pulso, câmera fotográfica, perfumes entre outros. 

 

Em continuidade às diligências, os investigadores criminais lograram êxito em localizar uma das máscaras do filme “V de Vingança” usada pelos autores do crime, o par de luvas e identificar a arma que teria sido utilizado pelos assaltantes, um revólver calibre 38, niquelado, apreendido em outro procedimento policial. 

Outro crime solucionado foi o furto de uma residência situada na mesma rua Elzio Gonçalves Dias, durante os dias que antecederam o Natal. Nessa casa, mais dois adolescentes foram identificados como autores do furto, sendo que um deles já havia sido surpreendido pela Força Tática e investigadores de polícia da SIG na noite de 27 de dezembro de 2017. 

 

Todos os adolescentes infratores, autuados em flagrante delito, tiveram sua internação provisória decretada pela Justiça. No entanto, permaneceram cinco dias detidos na Delegacia de Polícia aguardando vaga em estabelecimento da UNEI, mas, como costumeiramente tem acontecido, segundo a polícia, foram liberados aos responsáveis legais no último domingo. 

 

“A Polícia Civil continua com a investigação no sentido de esclarecer outros furtos em residência praticados por essa quadrilha de ladrões que vem, incessantemente, praticando condutas criminosas dessa natureza, mas a maior parte dos seus integrantes são menores de idade, outros envolvidos já foram identificados, mas a divulgação no momento poderá prejudicar a investigação criminal ainda em curso. Denúncias poderão ser feitas com anonimato do por meio dos fones: (67) 3441- 3794 e (67) 3441-1316”, afirmou o delegado André Novelli em nota à imprensa.