Ivinhema - MS, domingo, 15 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 10/01/2018 às 09h43

Juíza nega pedido de rescisão de Scarpa com Fluminense; processo continua


Esporte Interativo

Foto: Alexandre Loureiro

A novela Gustavo Scarpa ganhou mais um capítulo e não parece ter hora para acabar. Depois de pedir ​detalhamento dos pedidos financeiros aos advogados do jogador, a juíza Dalva Macedo, da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, negou o pedido de tutela antecipada - que garantiria a rescisão de contrato imediata - do meia. Com isso, o camisa 10 segue vinculado ao Fluminense. A informação foi dada primeiro pelo "Explosão Tricolor" e confirmada pelo Esporte Interativo.

 

No processo, a juíza deixa claro que, caso concedesse a tutela, o jogador assinaria imediatamente com outro clube, alterando de forma irreversível o processo. Com isso, ela nega o pedido para que possa analisar por mais tempo, assim como ouvir a defesa do Fluminense. Além disso, a magistrada afirma também que o pagamento da dívida pelo Tricolor não se faz pertinente no atual momento processual.

A novela Scarpa

 

O caso se estende desde o fim de 2017, quando Scarpa e a torcida do Fluminense entraram em atrito. O jogador se disse sem clima para continuar no Tricolor em 2018 e foi sondado por diversos clubes, entre eles Corinthians, Palmeiras e São Paulo. O clube das Laranjeiras exige uma compensação financeira e jogadores em troca de um empréstimo do atleta. Como as negociações não foram para frente, o camisa 10 deveria se reapresentar com o resto do elenco na última quarta (03). Porém, não apareceu e não deu notícias. No último domingo (07), o portal "Netflu" divulgou que o atleta entrou na Justiça pedindo a rescisão imediata de contrato com o Tricolor.