Ivinhema - MS, terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 08/02/2018 às 14h03

Queridinha do carnaval: Saiba como a catuaba age no seu corpo


midiamax

Imagem Ilustrativa

Se a cerveja é a rainha do carnaval, então há uma princesa no páreo pela disputa da coroa da folia: a catuaba. A bebida fabricada a partir da raiz da planta de mesmo nome é presença garantida em qualquer bloco de rua da Capital.

 

Vários são os atrativos que consolidaram a fama da planta brasileira, como seu sabor doce, o preço barato, a facilidade de encontrar, e até mesmo boatos sobre potencial afrodisíaco. Mas como a catuaba atua sobre o seu corpo?

 

Quem responde isso é a nutricionista da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), Clarissa Fujiwara, que lembra que a bebida é contraindicada para quem está de dieta.

 

“Ela é uma bebida processada, com aditivos químicos e açúcar adicionado”, explica Clarissa. O açúcar é o principal ingrediente da bebida, que é composta também por outros itens altamente adocicados, como vinho tinto e suco de maçã.

 

Além disso, o álcool, que também produz um efeito engordativo, está fortemente presente na queridinha dos foliões. Para se ter uma ideia, uma dose de catuaba pode ter quatro vezes mais álcool que uma dose de cerveja, com um teor alcoólico de até 14%.

 

Poder afrodisíaco

 

Muito se fala do poder afrodisíaco da catuaba. Os boatos tem origem na própria raiz da planta catuaba, que promove a vasodilatação, promovendo um maior fluxo sanguíneo ao pênis e prolongando o tempo de ereção.

 

Porém, quando se trata da bebida, poucos estudos comprovam o efeito libidinal da "catu", o que é mais associado à desibinição provocada pelo álcool. Com exagero, é bom lembrar, o provável é que qualquer bebida corte sua líbido.

 

Usos e prevenções

 

Assim como qualquer outra bebida alcoólica, a catuaba tem um efeito prejudicial ao fígado. O órgão leva uma hora e meia para metabolizar cada dose, ou seja, tomar mais que isso já é prejudicial.

 

Depois da festa, a catuaba ainda pode trazer a indesejável e inconveniente ressaca, que aumenta com a desidratação típica do “suadouro” dos bloquinhos. Para se prevenir, a dica é simples: respeite seus limites e, pra cada dose da bebida, uma dose de água.