Ivinhema - MS, sábado, 21 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 13/02/2018 às 15h05

Governo de MS decreta luto de três dias após morte de ex-governador

Barbosa é lembrado como defensor da democracia


- Midiamax

Foto: Divulgação

Barbosa é lembrado como defensor da democracia

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou luto oficial de três dias na administração estadual em lamento à morte do ex-governador Wilson Barbosa Martins, ocorrida na madrugada desta terça-feira (13), em sua residência, em Campo Grande.

 

Em nota, Azambuja lembrou de Barbosa como um “defensor da democracia”, relembrando do passado de Dr. Wilson na luta pelas eleições diretas e pelas ações sociais desempenhadas durante sua gestão à frente do Estado.

 

“Dr. Wilson, como era conhecido, foi um dos que lutaram pela eleição direta para presidente da República, e nos dois mandatos como governador de Mato Grosso do Sul deixou um legado de ações sociais e obras importantes para o desenvolvimento do Estado”, diz a nota.

 

“O ex-governador Wilson Barbosa Martins foi e será sempre um dos ícones da história política administrativa contemporânea e sua trajetória política ajudou na construção e desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, finaliza.

 

Morte

 

O ex-governador de Mato Grosso do Sul, Wilson Barbosa Martins morreu na madrugada desta terça-feira (13), em sua residência, na rua 15 de Novembro, em Campo Grande. Ele estava sob cuidados médicos em casa.

 

Em junho do ano passado, o ex-governador foi internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Proncor, em Campo Grande. Em 2013, ele sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e em 2014, um mal súbito que o deixou internado por 21 dias.

 

História

 

Eleito prefeito de Campo Grande na legenda da UDN em outubro de 1958, assumiu a prefeitura em janeiro do ano seguinte. Em outubro de 1962 elegeu-se deputado federal por Mato Grosso, ainda na UDN. Deixando a prefeitura em janeiro de 1963, ocupou a cadeira na Câmara dos Deputados em fevereiro seguinte.

 

Nas eleições de novembro de 1982 foi eleito governador do estado de Mato Grosso do Sul na legenda do PMDB. No pleito de outubro de 1994 foi novamente eleito governador do Mato Grosso do Sul, na legenda do PMDB, já no primeiro turno e com 41,43% dos votos. Wilson Martins passou o governo para Zeca do PT em 1º de janeiro de 1999.