Ivinhema - MS, quinta-feira, 19 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 08/03/2018 às 13h27

Policial Militar de folga reage a roubo no Guanandi e deixa “PCC” ferido

O autor está internado sob escolta policial


Midiamax

Foto: Ilustrativa

Durante uma tentativa de roubo a um policial militar de folga, um dos autores, de 26 anos, conhecido como “PCC”, ficou ferido após troca de tiros no bairro Guanandi, em Campo Grande, na madrugada dessa quarta-feira (7). Ele foi atingido por quatro disparos e foi encaminhado para a Santa Casa.

 

O policial militar do Batalhão de Choque estava em companhia de uma amiga, quando foi surpreendido por dois homens que anunciaram o assalto apontando um revolver para o PM. Nesse momento, o militar sacou sua pistola, se identificou e deu voz de prisão.

 

De acordo com boletim de ocorrência, “PCC” desobedeceu a ordem tentando efetuar disparos em direção ao policial, que revidou, ele acabou sendo atingido mas conseguiu correr em direção oposta juntamente com seu comparsa.

 

Testemunhas contam que estavam em frente de casa, na Rua Valparaíso quando perceberam que um veículo Ford Ka prata estava dando voltas na quadra de maneira suspeita e que momentos depois viram quando os suspeitos saíram do veículo e foram em direção ao policial. Ainda conforme relatos de testemunhas, eles ouviram os disparos e viram quando a dupla voltou correndo e viraram na Rua Andre Pace.

 

Buscas foram feitas nas imediações, em uma vila de casas foram encontradas manchas de sangue em uma das residências. No local, “PCC” estava deitado no interior da casa e os moradores estavam no quarto, eles contaram que o autor chegou ensanguentado, forçou o portão e os ameaçou exigindo que eles o deixassem entrar. A arma usada pelo autor não foi localizada, o outro suspeito conseguiu fugir.

 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e ele foi encaminhado para o Pronto Socorro da Santa Casa, por onde passou por três procedimentos cirúrgicos no braço esquerdo, está consciente e orientado, sob escolta policial, conforme informações da Assessoria da Santa Casa.

 

Durante audiência de custódia, ele teve o pedido de liberdade provisória negada. Assim que receber alta deverá seguir direto para o presídio.