Ivinhema - MS, sábado, 21 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 24/03/2018 às 07h43

André diz que “aceita” chapa com PSDB, mas com Reinaldo no Senado


Dourados News

Foto: Gizele Almeida

André e o senador Waldemir Moka em visita ao Dourados News

O ex-governador André Puccinelli (MDB) disse na tarde desta sexta-feira (23/3) que aceitaria conversar com o PSDB para uma possível aliança visando as eleições de outubro próximo. 

 

Porém, desde que o atual chefe do Executivo, Reinaldo Azambuja (PSDB) renunciasse ao cargo para disputar uma vaga ao Senado em sua chapa.

 

Durante a semana, Azambuja disse em entrevista à imprensa da Capital que mantém conversas com o MDB e relatou que possíveis surpresas poderiam ocorrer até a metade do ano.

 

“Surpresa? A única que ele pode apresentar é se até o dia 6 de abril ele renunciar ao cargo e se juntar a nós como senador. Fora disso, o MDB tem candidato ao governo. Ele está falando em surpresas, lá na frente vai se configurar quem serão os candidatos. Se o Reinaldo será candidato, se o Odilon (PDT) será candidato e se o Humberto Amaducci (PT), será candidato. Eu sou pré-candidato ao governo”, relatou em entrevista.

 

Puccinelli participou na noite de ontem das ações do MS Maior e Melhor, projeto do MDB que tem visitado cidades polos do Mato Grosso do Sul. O encontro ocorreu na Seleta, em Dourados, e contou com a presença de várias lideranças políticas da região e do Estado.