Ivinhema - MS, segunda-feira, 23 de abril de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 06/04/2018 às 16h09

Na semana dedicada ao autismo, blitz educativa é realizada na Capital

Vereador Papy participou da ação e lembrou sobre lei municipal que exige inclusão de pessoas que convivem com o transtorno


Topmidia News

Foto: Divulgação

Na semana dedicada ao autismo, a Escola Municipal Prof. Danda Nunes promoveu uma blitz educativa em Campo Grande. O ato teve como objetivo conscientizar os motoristas sobre preconceito, respeito e inclusão. Na Escola, 19 dos 800 alunos são autistas.

 

Na oportunidade, o vereador Papy (Solidariedade) falou sobre a Lei n° 5.917/17, sancionada no dia 4 de dezembro, de sua autoria juntamente com o vereador Prof. João Rocha, no qual exige que os estabelecimentos públicos e privados incluam nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do Transtorno Espectro Autista: supermercados, bancos, farmácias, bares, restaurantes, lojas em geral e similares.

 

Segundo uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2014, existem cerca de 9 mil pessoas com TEA em Campo Grande. Conforme especialistas, o autismo é um transtorno que afeta, principalmente, a comunicação e a interação social.

 

“É com grande alegria que prestigiamos esse tipo de ato, uma bandeira que defendo e sempre irei defender. Precisamos ser mais sensíveis ao que diz respeito à inclusão, não só dos autistas, mas, de cada um. E esta conscientização não deve ficar só em casa ou em escolas, precisa disseminar, ganhar as ruas. A nossa lei sancionada foi uma forma de fazer isso: passar o recado de que respeito é bom e todos gostam”.