Ivinhema - MS, sexta-feira, 20 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 16/04/2018 às 23h38

Palmeiras sai na frente, mas cede empate para o Botafogo na estreia no Brasileiro


Estadão Conteúdo

Foto: DHAVID NORMANDO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Willian tenta passar pela marcação de Joel Carli na partida entre Botafogo e Palmeiras

O Palmeiras deixou escapar uma vantagem no placar novamente. Após perder para o Corinthians quando precisava do empate para ser campeão paulista e ficar sem a vitória no fim contra o Boca Juniors, pela Libertadores da América, o time ficou no 1 a 1 nesta segunda-feira (16), com o Botafogo, no Rio de Janeiro, na estreia no Campeonato Brasileiro.

 

Os times só começaram para valer a jogar pelo torneio no segundo tempo. Antes disso, o ritmo lento e a falta da inspiração predominaram. As conversas no intervalo transformaram a partida e fizeram os times ousarem mais. O erro do Palmeiras foi não aproveitar o momento de vantagem. Foram quase 30 minutos com o 1 a 0 favorável e chances de contra-ataques para definir a vitória e ampliar o marcador.

 

O Palmeiras não pôde contar com Borja. O colombiano sente dores no joelho direito, foi poupado e deu a Willian uma oportunidade no comando do ataque. A dúvida era se isso traria mais movimentação ao setor ofensivo ou menos poder de finalização. O problema é que a bola mal chegou, pois faltava criatividade para ir além de uma posse de bola inútil e de passes laterais.

 

A equipe quase abriu o placar logo aos cinco minutos, com Willian, de cabeça. Gatito Fernandez fez ótima defesa com a perna. Mas, no primeiro tempo o time só chegou com perigo mais uma vez, com nova infiltração pelo lado esquerdo, onde Keno conseguia incomodar. O Botafogo ameaçou com chutes de fora da área e alguns cruzamentos, mas também demonstrou futebol pobre na etapa inicial.

 

O técnico Roger Machado identificou o problema na criação e mudou o time no intervalo, com a entrada de Guerra na vaga de Lucas Lima. Em uma das suas primeiras jogadas, o venezuelano recebeu de Dudu para fazer 1 a 0, aos oito minutos do segundo tempo.

 

A vantagem transformou de vez a partida. O técnico Alberto Valentim, ex-comandante do Palmeiras, buscou respondeu ao gol com duas substituições no Botafogo. De tanto insistir, o empate veio aos 36 minutos, com Igor Rabello. O zagueiro “furou” um chute e na segunda chance completou para o gol para fazer 1 a 1.

 

Os instantes finais tiveram chances para os dois lados, que as desperdiçaram. Botafogo e Palmeiras deixaram o gramado com a impressão de que despertaram tarde demais para o jogo e que poderão ter feito uma estreia melhor.

 

Na segunda rodada do Brasileirão, o Palmeiras vai receber o Internacional no Pacaembu, no domingo (22). No dia seguinte, o Botafogo visitará o Sport, na Ilha do Retiro.