Ivinhema - MS, quarta-feira, 18 de julho de 2018

10º min
26º min



Publicado em: 27/06/2018 às 21h20

ANGÉLICA: Agesul divulga contratos de infraestrutura de mais de R$ 10 milhões com empreiteiras


Midiamax

Foto: Divulgação/Seinfra

Obras de drenagem serão feitas em municípios de MS

O governo estadual, por meio da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos), divulgou no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (27) uma relação de contratos para execução de obras de infraestrutura e saneamento em diversos municípios sul-mato-grossenses, que somam pouco mais de R$ 10 milhões.

 

O maior valor da relação será pago à DMP Construções Ltda, que será responsável pela ‘Execução de Obras de Ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário, no município de Angélica’, ao custo de R$ 7,2 milhões, com recursos oriundos do PAC 2/Funasa.

 

A empresa em questão já foi citada pelo MPF (Ministério Público Federal) como uma das empreiteiras ligadas ao empresário João Amorim, no âmbito das investigações da Operação Lama Asfáltica. Quem assina pela DMP é Carolina Gonçalves Beal, que segundo os procuradores é filha de Sandro Beal, irmão de Amorim.

 

A Avance Construtora fechou dois contratos com o governo, que somam pouco mais de R$ 1,1 milhão para ‘Execução de Obras de Infraestrutura Urbana – Pavimentação Asfáltica e Drenagem de Águas Pluviais’ em algumas vias da cidade de Paranaíba. Quem assina pela empresa é Bruno Cesar de Souza Trindade.

 

Com a Equipe Engenharia Ltda a Agesul, presidida por Emerson Antonio Marques Pereira, celebrou quatro contratos, que somados chegam a R$ 2,1 milhões para ‘Execução de Obras de Infraestrutura Urbana – Pavimentação Asfáltica e Drenagem de Águas Pluviais’ em ruas dos municípios de Nova Andradina e Corumbá. Assinam pela empresa Almir Antonio Diniz de Figueiredo e João Carlos de Almeida.