PUBLICIDADE

Deputado de MS gasta mais de R$ 20 mil com coach e restaurante de luxo

Mordomias de João Henrique Catan pagas, é claro, com dinheiro público

| TOP MíDIA NEWS


Deputado é o caçula de Mato Grosso do Sul - Crédito: Luciana Nassar
PUBLICIDADE

Midia training de Dilma, Haddad e Aécio. Almoços só no Madeiro. Sushi de 300 reais. Tudo reembolsado com dinheiro público, ou seja, o seu dinheiro. Essa é a vida pública de João Henrique Catan, deputado estadual com família conhecida, e denunciada por corrupção, de Mato Grosso do Sul.

 

Notas obtidas pela reportagem mostram que Catan gastou, entre março e abril, R$ 19,7 mil com a empresa Maria Olga Curado Comunicação, da consultora de mesmo nome. Ela é especialista em mídia trainning – trabalho que foca melhorar a postura e comunicação da pessoa – e conhecida por ter trabalhado com nomes como Dilma Rousseff, Fernando Haddad e Aécio Neves.

 

As notas foram emitidas em São Paulo e reembolsadas pela Assembleia Legislativa de MS. Veja:

Em Campo Grande, Catan costuma ter um estilo de vida, no mínimo, caro. A começar pela estadia. Emitiu, e teve pago, por exemplo, R$ 4.740 diária no Grand Park Hotel, na avenida Afonso Pena.

A alimentação costuma ser no Madeiro, sempre pago com dinheiro público. Em uma noite de shushi, o gasto passou de 300 reais.

Catan é neto do ex-governador Marcelo Miranda, denunciado por supostos desvios no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, o DNIT), durante sua administração. Chegou, inclusive, a ter bens bloqueados pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

 

Nos bastidores, Catan – que também já teve a cunhada nomeada na Assembleia Legislativa – é apontado como pretenso pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande.



LEIA MAIS

Geral
Álvaro Antonio, ministro do Turismo, também está com Covid-19(ÁUDIO)
Geral
Bolsonaro vai ao MT e é recebido por multidão aos gritos de ‘mito’
Geral
Lava Jato denuncia Lula por lavagem de R$ 4 milhões em instituto
Investigação apura repasses disfarçados de doação feitos pela Odebrecht ao Instituto Lula entre dezembro de 2013 e março de 2014
Geral
Bolsonaro seria reeleito em 2022 em todos os cenários, diz pesquisa
Geral
Bancada de MS fala em orçamento “magro' para 2021 e quer reajuste maior no salário mínimo
Deputados federais e senadores pelo Estado comentaram proposta da LOA enviada esta semana para o Congresso Nacional
Geral
Bolsonaro anuncia auxílio emergencial de R$ 300 até dezembro
Presidente fez o anúncio nesta terça-feira no o Palácio da Alvorada após participar de café da manhã com parlamentares e integrantes do governo
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE