PUBLICIDADE

Samsung revela novo celular com tela que dobra; veja detalhes

Celular dobrável ganha telas maiores e perde câmeras. Android 10 marca presença com sistema de continuidade de apps.

| TECH TUDO


Galaxy Z Fold 2 é revelado pela Samsung - Foto: Divulgação/Samsung
PUBLICIDADE

A Samsung anunciou os detalhes da nova geração do smartphone dobrável Fold. O Galaxy Z Fold 2 ganhou uma superfície frontal completamente nova, agora com 6,2 polegadas. O aumento foi de 63% em relação ao Galaxy Fold original. Além disso, a empresa sul-coreana aumentou o display interno para 7,6 polegadas. Também subiu o preço para US$ 1.999 nos Estados Unidos, o que equivale a R$ 10.755 pelo câmbio do dia.

 

Uma edição especial em parceria com a grife Thom Browne sai pela bagatela de US$ 3.299, o que dá cerca de R$ 17.750. Consumidores começarão a recebê-lo em 18 de setembro.

 

O smartphone com Android 10 aposta num formato bem diferente do que nos acostumamos a ver em telefones. A tela externa é indicada para tarefas do cotidiano. Para quem precisa de mais espaço há o display interno que faz o Fold 2 se converter quase num tablet.

 

Consumidores poderão deixar o aparelho entreaberto sobre a mesa. Com isso, entra em cena o chamado Modo Flex, em que metade da tela flexível exibe as informações principais enquanto a metade de baixo traz dados secundários ou botões de controle. O mesmo recurso está no Galaxy Z Flip, o rival da Samsung para o Motorola Razr.

 

A Samsung anunciou melhorias no sistema de continuidade de aplicativos. Isso significa que o usuário pode começar a escrever um email numa das telas e continuar na outra, após abrir/fechar o aparelho, sem perder o rascunho.

Também há a possibilidade de rodar várias instâncias de um mesmo app. Por exemplo, um artigo de Word na tela interna e um relatório também de Word no display externo.

 

O Fold 2 não abre mão da ficha técnica de ponta. Ele traz processador de oito núcleos, memória RAM de 12 GB, bateria de 4.500 mAh, Bluetooth 5.0 e compatibilidade com internet 5G (sub 6 e mmWave). O armazenamento fica em 256 GB. Há slot para um chip físico de telefonia (SIM card) e compatibilidade com um chip digital (e-SIM).

 

Há uma série de câmeras espalhadas pelo modelo:

 

Na frente: 10 MP (f/2.2)

No interior: 10 MP (f/2.2)

Na traseira: ultra wide de 12 MP (f/2.2), wide de 12 MP (f/1.8) e teleojetiva de 12 MP (f/2.4)

 

São duas opções de cor: Bronze Místico e Preto Místico. A Samsung Brasil por ora não informou quais acabamentos devem desembarcar no mercado doméstico.

 

O Galaxy Fold original chegou às lojas do Brasil em janeiro pelo preço sugerido de R$ 12.999. Com isso, tornou-se o smartphone mais caro do país. Executivos da empresa costumam defender que o produto traz tecnologias completamente novas, a um custo mais elevado, o que faz subir o desembolso do consumidor. Ainda não se sabe quanto o sucessor irá custar por aqui, mas provavelmente continuará com números exorbitantes.



LEIA MAIS

Geral
Empresa de celular dá desconto maior para quem abandonar iPhone
Meizu promete abatimento equivalente a R$ 3.470.
Geral
Free Fire: Servidores ficarão fora do ar por manutenção
Geral
O futuro do digital com as novas ferramentas tecnológicas
Geral
Google é processado pelo Departamento de Justiça dos EUA por monopólio em sistema de buscas
Governo dos EUA diz que gigante da tecnologia paga outras companhias para que elas privilegiem seu sistema, violando legislação antitruste. Empresa afirma que processo é falho.
Geral
Facebook lança avatares customizáveis no Brasil; aprenda a fazer o seu!
A funcionalidade havia sido anunciada pela empresa em maio de 2020 mas só foi liberada no Brasil nesta segunda (5)
Geral
Após 25 anos, Microsoft decide aposentar o navegador Internet Explorer
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE