PMA apreende 63 kg de peixes do Parque Várzeas do Ivinhema

Cada pescador será autuado administrativamente e receberá multa administrativa que vai de R$ 700,00 a R$ 100.000,00.


PUBLICIDADE

PMA

Policiais Militares Ambientais de Batayporã, em patrulhamento fluvial no rio Baía, na área do Parque Várzeas do Ivinhema, no município de Taquarussu apreenderam, ontem à tarde, 63 kg de pescado em um acampamento clandestino. Antes de entrar na área do Parque, os policiais abordaram dois pescadores que estavam em uma embarcação praticando pesca legalmente, com licença e com petrechos permitidos. 40 minutos abaixo já na área do Parque, os policiais localizaram o acampamento (local proibido para a pesca), onde estavam os 63 kg de pescado, que apresentavam sinais de captura por petrecho de malha (redes) e vários exemplares estavam fora da medida permitida.
No acampamento ilegal, os policiais encontraram uma máquina fotográfica digital, com fotos dos elementos que haviam sido abordados anteriormente, inclusive, algumas fotos deles retirando pescado de redes (petrechos proibidos). A equipe subiu o rio na tentativa de encontrar os elementos, mas eles haviam fugido.
Os policiais apreenderam o pescado, a máquina fotográfica e encaminharam à delegacia de polícia civil de Taquarussu, visando à identificação dos pescadores, para que eles possam responder por crime de pesca predatória. A pena para este crime é de 01 a 03 anos de detenção. Vários documentos encontrados no acampamento, além das fotos, facilitarão à identificação.
Ao serem identificados, cada pescador será autuado administrativamente e receberá multa administrativa que vai de R$ 700,00 a R$ 100.000,00 mais R$ 20,00 por cada kg do pescado ilegal.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE