PUBLICIDADE

Criança fica com cabeça presa em lata de tinta e expõe alerta sobre cuidados em casa

Brincadeira ‘inocente’ acabou mobilizando Corpo de Bombeiros.

| MIDIAMAX


(Foto: Leitor Midiamax)
PUBLICIDADE

A pequena, Sophia Emanuelly  de 4 anos acabou ficando com uma lata de tinta presa na cabeça enquanto brincava, na noite de quinta-feira (1°), no bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande. A brincadeira, que parecia inofensiva, acabou mobilizando o Corpo de Bombeiros e expõe alerta para pais e responsáveis em tempos de crianças em casa.

 

A mãe, Josiane de Jesus França, contou ao Jornal Midiamax que havia saído para uma consulta com a outra filha, e deixou Sophia aos cuidados do avô. Porém, em segundos de descuido, a menina passou a reclamar que a lata não estava saindo da cabeça.

 

“Meu pai me ligou dizendo para vir às presas. Chegando aqui, passei de tudo, até óleo de cozinha, a coloquei embaixo do chuveiro, mas não saiu. Como a lata de tinta estava cortada na parte de baixo encaixou e prendeu, pegou pressão”, explicou.

 

Desesperada com a situação, a mãe acionou o Corpo de Bombeiros, e tiveram que cortar a lata para retirar da cabeça da menina. Por conta da pressão, a cabeça da criança ficou inchada, porém, não sofreu nenhum ferimento grave.

 

A própria mãe da pequena procurou a reportagem para que o caso fosse noticiado e servisse de exemplo para outros pais e responsáveis, que precisam se desdobrar para cuidar dos pequenos em tempos de pandemia.



LEIA MAIS

Capital
MS recebe lote com 4 mil doses de Coronavac para aplicação da 2ª dose
Sesau pediu novas doses para completar vacinação em pessoas com a D2 atrasada
Capital
Depósito de material de reciclagem pega fogo e bombeiros são mobilizados
Fogo teria começado com uma bituca de cigarros jogada no local
POLICIAL
Guarda Municipal é recebida a pedradas após denúncia de aglomeração com 100 pessoas em MS
Foram usadas balas de borracha e gás lacrimogênio para a dispersão
Capital
De R$ 15 para R$ 40: alta no preço faz furtos de cobre 'explodirem' na capital
De tampas de bueiros a pé de estatua, moradores relatam o constante furto desse tipo de material
Capital
Menino de 5 anos escapa sem ferimentos graves após ser atropelado por carro em MS
Capital
Não perca a viagem: Saiba o que abre e fecha neste feriado de Tiradentes em Campo Grande
Comércio e supermercados abrem as portas nesta quarta-feira
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE