PUBLICIDADE

FÁTIMA DO SUL: PMA prende e autua infrator por pescar com petrecho proibido e acima cota permitida

| IVINOTICIAS


PUBLICIDADE

A Polícia Militar Ambiental intensifica a fiscalização preventiva à pesca predatória em todos os anos no mês de setembro e principalmente outubro, tendo em vista a proximidade do período de piracema, quando vários cardumes já se encontram formados e, por esta razão, a quantidade de turistas e pescadores do estado se intensifica, exatamente, em razão das facilidades de captura do pescado neste período.

 

Durante fiscalização em uma rodovia vicinal no município de Fátima do Sul, a 4 km da cidade, nas imediações das margens do rio Dourado, Policiais Militares Ambientais de Dourados prenderam ontem (17) à noite, um pescador amador por pesca predatória. Ele retornava de uma pescaria ilegal no rio Dourado em um veículo Fiat Uno, onde foram encontrados dois exemplares de pescado da espécie curimbatá e uma tarrafa (petrecho proibido) ainda molhada, que fora utilizada na captura dos peixes (crime ambiental), conforme confessou o infrator.

 

 Além da pesca com o petrecho ilegal, o pescador só poderia capturar um exemplar de peixe nativo daquela espécie, caracterizando-se crime ambiental de captura de pescado acima da cota permitida pelas normas. O pescado, a tarrafa e o veículo foram apreendidos.

 

O infrator (51), residente em Fátima do Sul, recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória. A pena é de um a três anos de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.



LEIA MAIS

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE