Mulher se diz dona de loja, expulsa clientes e causa transtornos


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

A. Z. L., de 36 anos, entrou na loja de seu ex esta manhã, no centro de Campo Grande, e, falando em voz alta, mandou que o estabelecimento fosse fechado, pois o local era dela.

O ex-convivente da mulher, S. S. R., de 42 anos, disse que está em processo de separação e a mulher nunca trabalhou na loja, porém, a empresa foi aberta no nome dela.

Ainda segundo o proprietário, ontem ela esteve no local, empurrou e expulsou clientes, ordenou que a loja fechasse as portas e ainda proferiu palavras de baixo calão contra a filha de S. S. R..

O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do centro.
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE