PUBLICIDADE

Corpo de funcionário é encontrado dentro de tanque que explodiu em Rio Brilhante

O corpo da vítima foi encontrado pela manhã, por uma equipe do Corpo de Bombeiros

| JORNAL DA NOVA


Bobeiros trabalhando para conter o fogo no tanque de etanol / Imagens: Corpo de Bombeiros
PUBLICIDADE

O corpo de Luiz Chagas Lima, de 42 anos, foi localizado pelas equipes do Corpo de Bombeiros, na manhã dessa quarta-feira (18). Luiz desapareceu após a explosão em um tanque de etanol da usina Passa Tempo, ontem (17), em Rio Brilhante.

 

O corpo foi localizado dentro do tanque de álcool e levado para Dourados para que seja feito exames no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), segundo irmão da vítima, o vereador Adailton Lima. O fogo na usina, que começou por volta das 6 horas de terça (17), foi extinto ao meio dia.

 

Depois, os militares se concentraram em estratégias para localizar Luiz, com dificuldade, por causa do calor dos metais nos escombros. “Foi feito o resfriamento a tarde e precisaram fazer o corte da tampa do tanque, que tem 22 toneladas. Para isso, os militares começaram com um maçarico e precisaram também de dois guindastes, pois acreditavam que o corpo estaria embaixo da estrutura”, explicou o tenente coronel Fernando Carminatti.

 

Luiz era funcionário da usina há cerca de 25 anos. “Suspenderam as buscas por volta das 22 horas, porque começou a chover muito. Mas hoje, desde às 5h30 estou aqui”, contou. O vereador ainda disse que é muito ligado ao irmão e toda a família está bastante apreensiva. “Meu irmão caçula”, lamentou. Luiz tem dois filhos ainda pequenos. Com Midiamax.



LEIA MAIS

MS
Pescador leva multa de R$ 1,5 mil na piracema
MS
Com reservas até 2021, hotéis turísticos não sofrem impacto com incêndios no Pantanal
Locais turísticos ‘culpam’ queda no lucro causada pela pandemia de coronavírus
MS
PMA e Ibama realizam orientação conta alimentação para atrair onça-pintada
MS
Suspeito de cometer mais de 20 furtos é preso em cidade de MS
Homem já tem passagem por estelionato
MS
Seguradora é obrigada a ressarcir sojicultor que perdeu 95% da safra
Excesso de chuvas apodreceram quase todos os grãos
MS
PCC iniciou guerra para exterminar grupo rival e assumir comando da fronteira de MS
Autoridades do Paraguai apontam facção como autora de quádrupla execução
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE