PUBLICIDADE

Gatos são envenenados e deixados mortos na frente de igreja em MS

Caso identificado, autor poderá ser preso

| MIDIAMAX


(Ilustrativa)
PUBLICIDADE

Quatro gatos foram encontrados mortos, com sinais de envenenamento, nesta quinta-feira (03), em frente a Paróquia Santo Antônio, região central de Três Lagoas. O caso foi registrado na 1ª Delegacia de Polícia Civil e é investigado.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a assistente administrativa da paróquia estava no local, quando ao sair na frente, se deparou com os quatro gatos, que já estavam mortos. A mulher ainda relatou que tem três gatos e os mesmos estão desaparecidos.

Os animais mortos, deixados na frente da paróquia, apresentavam sinais de envenenamento. A assistente não viu movimentação no local e afirma que a paróquia não tem câmeras de vigilância. O caso foi registrado e será apurado pelas autoridades competentes.

O crime de maus-tratos a animais após a entrada em vigor da Lei nº 14.064/2020, concedeu tratamento mais severo, com pena de reclusão, a todos aqueles que ceifarem vidas de animais domésticos, como cães e gatos.



LEIA MAIS

MS
Homem é preso em cartório com CNH falsa e diz que comprou documento
Funcionários desconfiaram do documento e acionaram a polícia
MS
Sem autorização, construtora demoliu ‘box’ de comerciante e é condenado a pagar R$ 20 mil por demolir imóvel na madrugada
Empresa foi condenada a pagar R$ 20 mil em indenizações
MS
Máxima ganhá barreira contra arremesso de droga e celular
Inicio das obras depende de quando a Penitenciária da Gameleira unidade 2 será ativada para ser feita remoção de internos
MS
Espancado, jovem acorda no Inferninho mais de 16 horas depois
Vítima acordou próximo a cachoeira e conseguiu chegar até rodovia, onde pediu socorro
MS
Acusado de maus-tratos diz que comprava cavalos debilitados para ‘engorda’
Ele abandonou cavalos feridos, com parasitas e sem alimento
MS
Empresário de MS é preso acusado de chefiar quadrilha de fraude em seguros
Operação da Polícia Civil em três estados prendeu organização criminosa que fraudava indenizações e seguros
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE