PUBLICIDADE

NOVO HORIZONTE DO SUL: Câmara aprova aumento de 25% no salário de prefeito e revolta moradores

| MIDIAMAX


Foto: DivulgaçãoApenas dois vereadores (os que estão em pé) votaram contra aumento do salário do prefeito, vice e secretários. (Imagem: Reprodução)
PUBLICIDADE

A Câmara Municipal de Novo Horizonte do Sul, votou a favor do aumento de 25% no salário do prefeito, vice e secretários do município.

 

A remuneração do chefe do Executivo municipal passa de R$ 12 mil para R$ 15 mil com o reajuste. O vice-prefeito passará a ganhar R$ 7,5 mil e os secretários municipais R$ 6,5 mil.

 

Os aumentos, porém, beneficiarão o próximo prefeito, eleito em novembro, Guga (PSDB).


A votação ocorreu na sessão do dia 21 de dezembro e teve apenas dois votos contrários dos nove representantes do Legislativo. A discussão foi transmitida pelo Facebook e gerou revolta nos moradores. Assista à sessão completa aqui. 

 

Manifestações


“Estou indignada com esse pedido de aumento e uma vergonha, em plena pandemia, enquanto os funcionários em quatro anos teve um aumento de salário”, comentou uma moradora.

 

“Se não pode aumentar o salário dos servidores públicos, pq (sic) então aumentar o salário do prefeito, vice-prefeito e cargos comissionados. Que vergonha!”, exclamou outra.

 

“Vergonha misturada com palhaçada esta proposta de aumento. Vai na contramão da realidade da população do município e do país”, pontuou outro residente no município.


Votação


O vereador Daniel (PT) tentou pedir vistas da votação, mas a solicitação não foi aprovada. “Dias atrás estive acompanhando discussão com o gerente financeiro do município e da educação e não tinha margem para dar aumento para professores.
Agora, de repente, tem margem no nosso município para aumento de 25%, depois de uma eleição. Os vereadores recusaram aumento no próprio salário porque reconheceram momento difícil que vivemos. Peço que aceitem meu pedido de vistas no processo”, declarou.

 

Com o pedido negado, os vereadores, então, passaram para a votação do projeto, que recebeu apenas dois votos contrários: do vereador Daniel (PT) e do Enock Menezes (PDT.

 

Os que votaram a favor são: Professora Regiane (PSDB), Professora Lucineia (PDT), Chiquinho do PT (PT), Izequiel, Ademir (PSDB) e Paulão (PSDB).



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE