Aterro Sanitário de Ivinhema e Angélica terá vida útil de 20 anos


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

O aterro sanitário que vai atender os Municípios de Ivinhema e Angélica já está com todo o projeto definido e agora é esperada a LI – Licença de Implantação, o que autoriza o inicio da obra. O aterro será implantado na Rodovia MS 141 Angélica/Ivinhema, na Gleba Piravevê, com área de 13,86 hectares e sua vida útil é de aproximadamente 20 anos.

Enquanto é aguardado o aval do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), os prefeitos Renato Câmara (Ivinhema) e João Cassuci (Angélica), juntamente com representantes do Grupo Adecoagro e o diretor da Fumatur – Fundação de Turismo de Meio e Turismo de Ivinhema, Paulo Cezar Tamanini já estudam as fases seguintes desta nova empreitada.

A última reunião sobre este assunto aconteceu na Prefeitura de Ivinhema, na tarde desta segunda-feira. Na ocasião, outra pauta discutida foi o PRAD - Plano de Recuperação de Área Degradada para o atual lixão que será executado ao mesmo tempo em que será construído o aterro. No PRAD estão inseridas propostas para cessar os impactos ambientais na área.
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE