PUBLICIDADE

Com ajuda de cães farejadores, PM prende 2 traficantes e localiza depósito de drogas

Prejuízo ao crime organizado foi de mais de R$ 224 mil

| MIDIAMAX


Cães ajudaram policiais na apreensão. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O Batalhão de Choque da Polícia Militar prendeu na noite de terça-feira (12), no terminal rodoviário de Campo Grande, na Avenida Gury Marques, duas mulheres por tráfico de drogas. A ação foi realizada com apoio de cães farejadores e resultou na localização de um depósito com entorpecentes na Vila Palmira. Ao todo, foram mais de R$ 224 mil de prejuízo ao crime organizado.

Conforme apurado, em conjunto com a Guarda Civil Metropolitana, os policiais abordaram as mulheres que aguardavam na fila de embarque de um ônibus que sairia da Capital rumo a Goiânia (GO). Os cães detectaram presença de drogas e, com uma delas, de 19 anos, natural do Mato Grosso, foi encontrada uma mala com 54 pacotes de skank, pesando 13,4 quilos.

Com a outra mulher, de 23 anos, também moradora no estado vizinho, havia uma mala com 65 pacotes de skank, com peso total de 16,2 quilos. Elas foram presas e confessaram que estavam viajando juntas. Além disso, alegaram que chegaram a Campo Grande pegando carona com caminhoneiros e que haviam acabado de desembarcar. Elas apenas receberam o entorpecente e já se preparam para viajar.

Cada uma receberia R$ 2,5 mil pelo transporte. No entanto, a equipe foi constatando que as versões delas eram conflitantes e continuaram com a entrevista, até que confessaram que haviam retirado a droga de uma casa na Vila Palmira. Lá foram localizados três malas com 36 tabletes grandes maconha, 21 tabletes menores da droga, 22 tabletes de haxixe e 63 pacotes de skank, totalizando 142 volumes com 36,8 quilos.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE