Enfermeira há 36 anos, Marta é primeira vacinada contra a Covid-19 em Batayporã


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

Servidoras protagonizam momento histórico. Foto: Ana Carla Barbosa - Prefeitura Municipal de Batayporã.
PUBLICIDADE

“Esta é a nossa única arma contra essa doença terrível. Espero que a vacina nos devolva a liberdade”, afirmou Marta Borges, de 52 anos, após receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 CoronaVac aplicada em Batayporã na manhã desta terça-feira (19). A enfermeira soma 36 anos de profissão, destes, 24 são dedicados ao município. 

Segundo o prefeito Germino Roz (PSDB), a escolha de Marta para ser a primeira cidadã a receber o imunizante foi simbólica. “É uma servidora emblemática, atuou 16 anos somente nas salas de vacina, tem se dedicado junto aos colegas à Saúde de Batayporã por uma vida inteira e representa essa categoria que tem se doado em prol das nossas vidas”, pontuou.

A emoção também foi relatada pela técnica de enfermagem responsável por ministrar a vacina, Kelly Cristina de Lima, de 48 anos e servidora há 23. “É uma esperança de cura. Meu desejo é que a vacina chegue logo para todos e que sirva de conscientização. Temos que vacinar”, relatou. Agora, a imunização se estenderá aos demais profissionais de saúde atuantes na linha de frente contra a Covid-19 e aos idosos moradores do Lar Santo Antônio, instituição de longa permanência.

As vacinas foram entregues sob escolta do 8º Batalhão da Polícia Militar, com supervisão do tenente Jaferson Belardo. O material chegou nas condições previstas de qualidade e foi armazenado em imediatamente em geladeira. “Por determinação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MS), nós vamos trabalhar com 37% da previsão anterior. Recebemos 198 doses da vacina, que serão divididas em duas aplicações para esse público”, explicou a Secretária Municipal de Saúde, Letícia Sanches. 

Conforme a gestora, devido às novas orientações do Ministério da Saúde e da SES, repassadas durante a noite da última segunda-feira (18), houve a necessidade de se adequar dentro da nova previsão respeitando a determinação de público-alvo desta primeira fase da campanha. A Prefeitura realizará a vacinação dos idosos e profissionais da Saúde no Lar Santo Antônio para evitar deslocamentos e convocará os profissionais que atualmente estão desempenhando suas funções em locais de alto risco, a exemplo do Centro de Triagem, unidades básicas de saúde e o Pronto Atendimento Municipal.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE