Acusados de nepotismo, ex-vereadores de Naviraí têm direitos políticos cassados


PUBLICIDADE

CAMPO GRANDE NEWS

Decisão do Juiz de Direito Eduardo Magrinelli Júnior suspendeu os direitos políticos dos ex-vereadores de Naviraí Laurentino Pavão de Arruda e João Marques da Silva. A decisão foi tomada em fevereiro, mas divulgada somente nesta terça-feira no site do MPE (Ministério Público Estadual).

Os vereadores são acusados de empregar parentes de até 3º grau, prática conhecida como nepotismo e que se configura como improbidade administrativa.

Desde 2008, a ação corria na Justiça. Ela foi ingressada à época pelos promotores de Justiça Paulo da Graça de Macedo Junior e Luiz Gustavo Terçariol.

Os servidores Jânio Rebouças Pavão de Arruda, Adriano José Silvério e Luiz Carlos da Silva, parentes dos ex vereadores, também foram condenados pelo mesmo crime.

O juiz Eduardo Magrinelli Júnior ordenou ainda que a Câmara Municipal de Naviraí se abstenha de nomear servidores para cargos em comissão ou de confiança que sejam cônjuge, companheiro ou parente em linha reta até o terceiro grau.

Laurentino Pavão de Arruda e João Marques da Silva tiveram a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 4 anos e pagamento de multa de 5 vezes o valor da remuneração que recebiam.

Jânio Rebouças Pavão de Arruda, Adriano José Silvério e Luiz Carlos da Silva tiveram os direitos políticos suspensos pelo prazo de 3 anos.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE