Pai acusado de degolar o filho de 7 anos foi encontrado morto


PUBLICIDADE

CAMPO GRANDE NEWS

O corpo de Jairo Silva de Souza, 32 anos, acusado de degolar o próprio filho de 7 anos, foi encontrado nesta manhã no Rio Paraguai, em Corumbá.

Ele foi resgatado por mergulhadores e reconhecido por familiares ainda no Porto Geral. O corpo - com bermuda e sem camisa - foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Testemunhas informaram que Jairo se jogou no rio Paraguai por volta das 6h30 desta manhã, nas proximidades do Centro de Convenções, na tentativa de fugir da polícia. O local é o mesmo onde os mergulhadores do 3º Grupamento de Bombeiros encontraram o corpo, ainda submerso.

Jairo é acusado de ter matado o filho Jonathan Messias de Souza, 7 anos, com uma faca de aproximadamente 30 centímetros de lâmina, nesta madrugada.

Informações apuradas pelo Diário Online apontam que o garoto dormia na cama junto com a mãe quando o pai chegou sem camisa e de bermuda.

Souza teria tirado o menino do lado da mãe e golpeado o pescoço do filho com a faca. Logo depois fugiu correndo, deixando a faca ao lado da cabeça da criança, que morreu na hora.

Transtornada com o que aconteceu, a família do menino não quer dar declarações.

O sepultamento de Jonathan deve acontecer no final da tarde desta quarta-feira, em Corumbá.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE