Acadêmicos queimados em laboratório estão se recuperando, mas continuam internados


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

Os dois jovens que se queimaram após uma explosão em um laboratório de farmácia da Universidade da Grande Dourados (Unigran), continuam internados na Santa Casa de Campo Grande e reagem bem ao tratamento, porém ainda não há previsão de alta.

Aurillo Francine Duarte, de 22 anos, está internado no segundo andar do hospital, na ala dos queimados. Segundo a sua mãe, Maria da glória Duarte, ele está bem e já consegue levantar da cama e conversar.

Ela explica que às vezes desespera pela demora do tratamento, mas a situação dele é estável. Aurillo deve ir para Curitiba, no Paraná, assim que estiver completamente recuperado, para tratamento estético, mas ainda não há data definida.

Já o estudante Fernando Hirota, 22 anos, que também ficou ferido na explosão continua internado no CTI (Centro de Tratamento Intensivo) por questão de segurança.
 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE