PUBLICIDADE

Traficante com tornozeleira eletrônica é preso na Capital

| DOURADOS NEWS


Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A Polícia Civil, através da 6° Delegacia de Polícia de Campo Grande,  prendeu, nesta sexta-feira (19), um homem suspeito de realizar tráfico de drogas no bairro Jardim Tijuca. 

 

Após investigações a equipe de Policiais da 6ª Delegacia de Polícia identificou que um homem que estaria vendendo pasta base, maconha e crack, recebendo produtos de crime como pagamento.

 

Em diligências os policiais surpreenderam o suspeito vendendo drogas para um usuário na Rua Imburus, esquina com Rua Acauã, no Jardim Tijuca.

 

Foram apreendidas sete "paradinhas" de pasta base, embrulhadas e prontas para venda, não para o uso, uma paradinha de maconha, um cigarro de maconha, que o usuário acabara de comprar e estava fumando e R$ 244.

 

O homem reside próximo ao local franqueou a entrada em sua residência, onde foram localizados cinco receptores de televisão via satélite, que podem ser produtos de furto/roubo o que será apurado oportunamente.

 

O suspeito usa tornozeleira eletrônica por outros crimes cometidos e foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. 



LEIA MAIS

POLICIAL
Motorista perde controle bate em poste e casal fica preso nas ferragens em MS
Foi necessário o uso de desencarcerador para a retirada das vítimas
POLICIAL
Idosa grita por socorro e vizinhos perseguem bandido que acaba preso em CMS
Tinha pulado o muro da casa para cometer o furto
Capital
Caminhão derruba fiação e deixa moradores sem energia elétrica em MS
Fio de energia estaria encostando no chão e concessionária afirmou que priorizaria atendimento
Capital
Três são detidos por realizarem festa com 200 pessoas na Capital
Testemunhas denunciaram o estabelecimento
POLICIAL
Caminhoneiro encontra corpo com marcas de tiro jogado em córrego em MS
Caminhoneiro contou que veículo estragou em frente ao local após falha mecânica
Capital
MS recebe lote com 4 mil doses de Coronavac para aplicação da 2ª dose
Sesau pediu novas doses para completar vacinação em pessoas com a D2 atrasada
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE