IVINHEMA: jovem é presa por abandonar 2 filhos e ir para boteco

Mulher é detida por abandono de incapaz!


PUBLICIDADE

IVINOTICIAS

Na noite de ontem (27) por volta das 22h25min as Conselheiras de Plantão Eva Maria e Adenir Guariente receberam denuncia pelo celular e o denunciante dizia que havia duas crianças andando na rua no Bairro Itapoã e estavam em pânico (gritando e chorando muito) Segundo o denunciante acreditava que a mãe das crianças não estava em casa e pedia que as conselheiras fossem logo de imediato, pois estava com tempo forte de chuva ventos e trovões e as crianças estavam desesperadas perambulando pela rua a procura de sua mãe.

Conforme apurou o site Ivinoticias de imediato as conselheiras foram até o endereço mencionado para averiguar a denuncia recebida e ao chegarem próximo da residência vizinhos informaram que as crianças foram até a casa da frente e um Senhor que havia acolhido as crianças. As conselheiras foram até a residência do Senhor e o mesmo confirmou dizendo que as crianças estavam desesperadas gritando seu nome, sendo assim abriu a porta e as crianças entraram em sua casa e que não sabia onde estava a genitora dos menores e informou ainda que havia uma outra criança de um ano de idade e que poderia estar na casa e sozinho.

Diante do exposto as conselheiras entraram em contado com a Policia Militar que logo de imediato compareceram ao local do fato para averiguarem se havia outra criança na residência. Assim os policiais, as conselheiras e o tal Senhor entraram na residência na intenção de encontrarem a outra criança. Na sala da residência havia varias latinhas de cerveja vazia jogadas pelo piso, mas não encontraram a criança. Diante disso as conselheiras tomaram Medida de Proteção e encaminharam às crianças de cinco e três anos de idade a Casa de Abrigo Cantinho Bem Me Quer e a caminho uma das crianças avistou sua Mãe bebendo no boteco de frente a escola Angelina e avisou as conselheiras. Diante do fato os conselheiros seguiram para o Cantinho Bem Me Quer e logo após avisou os policiais que não a encontraram no boteco e de imediato foram a sua residência onde encontraram a mesma entrando no portão da residência em visível estado de embriagues. Os Policiais perguntaram sobre os outros filhos e a K. P. B. (19 anos) respondeu que estavam dormindo. E que saiu de casa “um pouquinho só” para comprar um refrigerante e deixou os outros filhos dormindo. Diante do ocorrido os Policiais pediram que a autora os acompanhasse até a Delegacia de Policia Civil para providencias cabíveis. E devido ao estado de embriagues da autora os Policiais pediram para a mesma entregar a criança (bebe de colo) para as conselheiras que também tomaram Medida de Proteção, encaminhado o bebe a Casa de Abrigo.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE