PUBLICIDADE

Pescador denuncia tortura por falsos policiais paraguaios na fronteira de MS

Vítima que reside no Departamento de Amambay, também teve as roupas cortadas

| MIDIAMAX


Pescador foi abordado às margens do Rio Aquidaban.(Foto: Divulgação)
PUBLICIDADE

Um paraguaio de 32 anos, alega que foi vítima de tortura praticada por falsos policiais enquanto pescava às margens do rio Aquidaban, no Bairro de Santa Clara, Departamento de Amambay, na fronteira com o Mato Grosso do Sul. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (4).

 

A vítima relatou aos agentes que entrou na área para pescar e que posteriormente foi surpreendida pelos desconhecidos, que estavam armados. Na ocorrência ele disse que foi segurado por aproximadamente 40 minutos e lhe cortaram a roupa, além de marcá-lo com as letras E e P com a ponta do próprio facão.

 

O homem também disse, segundo informações do Última Hora, que os falsos policiais lhe deram instruções para não avisar a Polícia Nacional. Em seguida ele foi libertado com todos os seus pertences.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE