PUBLICIDADE

Mãe é detida após espancar bebê de 9 meses com pedaço de madeira em cidade de MS

Com afundamento de crânio, menina ficou três dias em casa sem atendimento médico

| MIDIAMAX


Bebe está em estado grave no Hospital da Vida. (Foto: Ilustrativa)
PUBLICIDADE

Um mulher  de 22 anos foi presa na noite desta sexta-feira (6) em Amambai por uma equipe da Polícia Militar  após espancar um bebê de 9 meses porque ele simplesmente chorava muito. A mãe é residente em uma aldeia indígena da cidade que faz fronteira com o Paraguai.

 

A criança teve afundamento de crânio teve que ser levada para o Hospital da Vida em Dourados, com vaga zero e em seguida transferida para o HU-UFGD (Hospital da Universidade Federal da Grande  Dourados).

 

A menina sofreu traumatismo craniano e ficou com o corpo todo lesionado e ainda teve os braços quebrados e no momento está entubada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica do HU-UFGD em estado gravíssimo.

 

Segundo informações da polícia, a mãe permaneceu com a criança dentro de casa por vários dias, sem nenhum atendimento médico e acabou socorrida somente na noite de sexta-feira.

 

A agressão foi percebida por um policial que estava de plantao no Hospital, quando a criança deu entrada. A princípio a mãe relatou que a criança tinha caído da cama.

 

Entretanto ela acabou confessando que na terça-feira (2), havia batido na criança com um pedaço de madeira porque , segundo ela, “a criança estava insuportável, chorando demais”.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE