PUBLICIDADE

Suspeito de vender linha chilena para crianças é detido

| MIDIAMAX


Imagem ilustrativa
PUBLICIDADE

Na tarde de quarta-feira (7), homem de 34 anos foi encaminhado para a delegacia e autuado, suspeito de vender carretéis de linha chilena no Estrela do Sul, em Campo Grande. O material foi apreendido com ele.

 

Segundo o registro policial, equipe da GCM (Guarda Civil Metropolitana) fazia rondas quando percebeu o suspeito, com várias crianças ao redor, na Rua Simão Bocanegra. Como já havia denúncias de que uma pessoa estaria vendendo as linhas chilenas no local, foi feita abordagem.

 

No veículo do homem, foram encontrados 9 carretéis de linha chilena, no porta-malas. O material foi recolhido e o suspeito encaminhado para a 2ª Delegacia, onde acabou autuado por perigo para a saúde de outrem.

 

Linha chilena


Enquanto o cerol usa mistura de cola e pó de vidro ou ferro, a linha chilena é industrializada e corta mais porque usa pó de quartzo e óxido de alumínio. Assim, se o resgate de uma pessoa ferida por linha chilena, cerol ou qualquer subtipo destas não acontecer de forma rápida, é possível que o sangramento excessivo leve à morte.

 

Outro agravante é que as regiões do corpo onde as vítimas costumam ser atingidas são pescoço e pernas, onde há bastante circulação de sangue. Além disso, essas linhas podem entrar em contato com a rede elétrica, interrompendo fios e causando apagões.



LEIA MAIS

MS
Corpo de Bombeiros captura jararaca no centro de cidade em MS
Não houve feridos
MS
Menor é pego transportando 460 quilos de maconha
MS
Comerciante usa medo de injeção para estuprar menino de 7 anos em Vicentina
Justiça manteve pena de 9 anos de prisão e indenização de R$ 20 mil por estupros ocorridos em Vicentina
MS
Casal denuncia vizinho por injúria e perseguição em cidade de MS
Acusado foi preso por agentes da Guarda Municipal de Dourados
MS
Polícia conclui que encontrada carbonizada foi morta por esganadura e estuprada por dois em MS
MS
Briga durante confraternização termina com 3 esfaqueados e um preso em MS
Autor teria discutido com parente de mulher que havia ido visitar na cidade
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE