Deputada, prefeitos e pecuaristas solicitam recuperação de pontes e estradas


PUBLICIDADE

ASSESSORIA

Em uma região atendida por três estradas principais e outras secundárias e vicinais, entre elas a MS-152, MS-340 e MS-040, três pontes caíram prejudicando o escoamento da produção, trânsito de pessoas (inclusive alunos), e veículos, especialmente carretas que transportam desde insumos para o início do plantio da safrinha até grãos e bois gordos e para engorda.
Em reunião, na manhã desta sexta-feira, 01 de abril, marcada pela Deputada Estadual Dione Hashioka, com o Secretário de Obras Públicas e Transportes, Wilson Cabral, da qual participaram, além da Deputada, os prefeitos, Gilberto Garcia de Nova Andradina e Roberson Moureira, de Ribas do Rio Pardo; os agropecuaristas da região, João Cláucio, Dito Mário, Valentin Colombo, João Luiz Mella, José Luiz Facholi, Mauro Coser, Adilson Kazuo Kozama; e o Major QOBM Adriano Rampazo, que representou o coordenador da Defesa Civil no Estado, coronel Ociel Ortiz Elias. Conforme o engenheiro Agronomo e administrador das Fazendas Modelo, de propriedade da agropecuária Granol, cerca de 50 propriedades rurais e 500 pessoas estão ilhadas devido a queda das pontes e as péssimas condições das rodovias. Somente em 2011, a fazenda Modelo II, movimentará cerca de 20 milhões de reais, e necessitará de mais de 1.300 viagens de carretas pelas estradas danificadas para transportar a produção que inclui 10 mil bois confinados, 4,1 mil toneladas de insumos para produção, 18 mil toneladas de ração e 40 mil sacas de soja. As carretas transportarão também da fazenda Modelo II, produtos que somam 13 viagens com sacas de feijão e 200 viagens com madeira, entre outras.
O prefeito Gilberto Garcia lembrou que essa região supera 2 milhões de hectares, dentro dos municípios de Nova Andradina, Santa Rita do Pardo e Ribas do Rio Pardo. Conforme os produtores, uma saída emergencial até que sejam construídas novas pontes seria a travessia dos rios através de balsas, proposta encaminhada pelos produtores ao Governador André Puccinelli. “Esta é uma região que está produzindo muito e vai crescer ainda mais, contribuindo para o desenvolvimento do Estado e precisa de investimentos e incentivos para os produtores. Esse estímulo são boas estradas e pontes para o escoamento da produção”, disse a deputada Dione Hashioka que, a convite de Kazuo Kozama, pretende ir e levar, no dia 8 de abril, o Governador e a Secretária de Produção, Tereza Cristina, entre outras autoridades, para ver de perto os problemas causados pelas chuvas e o potencial agropecuário da região. Conforme o Secretário Wilson Cabral, o Governo está trabalhando para recuperar o tempo perdido. Os produtores rurais também estão investindo na recuperação das estradas. Máquinas e equipamentos dos fazendeiros trabalham constantemente nos pontos de atoleiro e limpeza da grande quantidade de areia que se forma no leito das estradas.




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE