Vítima reage a assalto em mercado e mata ladrão com tiro na cabeça


PUBLICIDADE

MIDIA MAX

André Luiz do Espírito Santo, 17 anos, morreu na noite de ontem enquanto tentava assaltar o Supermercado Grando, que fica na Rua Marques de Herval no Bairro Nova Lima.

Por volta das nove horas da noite de ontem o menor conhecido como Pânico, e mais um comparsa que também é menor, aproveitaram-se da distração de L.W.S, 17 anos, irmão da dona do Supermercado para entrar no estabelecimento. Eles ficaram escondidos no banheiro enquanto o rapaz conversava com amigos em frente ao comércio que já estava fechado.

Assim que o rapaz entrou, foi rendido pelos assaltantes. Ele e o proprietário do Supermercado foram amarrados com cadarços.

A esposa do proprietário reagiu quando os menores insinuaram que abusariam das filhas dela de três e seis anos que também estavam no local. Sara Cristina Weber da Silva entrou em luta corporal com o “Pânico”.

O irmão da vítima conseguiu se desamarrar e foi tentar ajudar, mas acabou levando dois tiros, um na mão e outro nas costas. Mesmo assim, ele conseguiu tomar a arma do André e disparou um tiro que pegou na cabeça do ladrão. O assaltante chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no caminho do hospital.

O comparsa do Andre, C.A.P.R, 17 anos, foi apreendido e levado para a Delegacia de Pronto Atendimento do Centro.

A vítima do roubo, que foi baleada, foi levada para a Santa Casa. O estado de saúde do adolescente é estável.

André Luiz do Espírito Santo já tinha registros na polícia por tráfico de entorpecentes e por dirigir sem habilitação.

 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE