Marias-chuteiras revelam os jogadores preferidos


PUBLICIDADE

As marias-chuteiras já fazem parte da cultura do futebol. São vários os casos de jogadores que se envolvem com mulheres porque não conseguiram resistir aos ataques das pretendentes, que costumam jogar pesado.

Elas procuram os atletas em baladas, bares, ônibus de viagens e até em aeroportos, e não se preocupam em negar que estão lá só para um breve relacionamento. O ex-jogador Marcelinho Carioca diz que as marias-chuteiras “caçam” seus alvos até conseguir o que querem.

- Elas olham a conta bancária, sabem que está “bonito”, e abrem o jogo mesmo. Falam que vão ficar com o cara, que já querem um pedacinho do que ele conquistou. Elas estão na "caça".

Para Vivi Love, que não se incomoda de ser chamada de “maria chuteira” profissional, os jogadores tem apenas dois defeitos.

- Eu gosto mesmo de jogador, isso não é segredo para ninguém. Conheço os jogadores em bares, baladas, ônibus de viagem, aeroporto. Jogador tem dois defeitos: não presta e não vale nada.

Mesmo namorando um jogador brasileiro que está na Itália, ela diz que está de olho no atacante Adriano, que foi contratado pelo Corinthians na semana passada.

Apesar de estarem mais de olho na conta bancária do que na beleza dos atletas, um jogador é unanimidade entre as mulheres: Cristiano Ronaldo.

 




PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE