PUBLICIDADE

Atlético-GO tropeça contra lanterna e pode perder a liderança na Sul-Americana

Não saiu do 0 a 0 com o Palestino (CHI) na noite desta quarta-feira

| MIDIAMAX


Foto: Assessoria/Athletico-PR
PUBLICIDADE

Apesar das inúmeras chances criadas, o Atlético-GO não saiu do 0 a 0 com o Palestino (CHI) na noite desta quarta-feira, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, em duelo válido pela quarta rodada do Grupo F da Copa Sul-Americana. Os dois times tiveram jogadores expulsos no segundo tempo.

 

Com o resultado, o Atlético-GO segue na liderança da chave, agora com oito pontos. Contudo, o segundo colocado Libertad (PAR) com seis pontos jogará nesta quinta-feira contra o Newell's Old Boys (ARG) e, se vencer, assumirá a primeira posição com nove. Só o líder avança às oitavas. O Palestino (CHI), por sua vez, já eliminado, conquistou o primeiro ponto na competição e ainda segue na última colocação do grupo.

 

Os primeiros 45 minutos foram basicamente de ataque x defesa. O Atlético-GO dominou as ações na partida e criou as principais chances de gol. Contudo, pecou nas finalizações e não teve sorte quando a bola acabou carimbando a trave ao invés de ir para o fundo da rede.

 

Apesar de um início tímido, o Atlético-GO armou uma verdadeira blitz a partir dos 18 minutos, quando João Paulo tocou para Zé Roberto e o atacante finalizou com o bico da chuteira para a linha de fundo.

 

Não demorou e aos 22 minutos foi a vez de Marlon Freitas cabecear com perigo e quase marcar. E aos 24 minutos Janderson cobrou falta com categoria e acertou a trave do goleiro Toselli, que ainda saltou para tentar evitar o gol.

 

No segundo tempo o Atlético-GO seguiu com postura ofensiva e voltou a assustar aos três minutos em chute de Igor Cariús que saiu pela linha de fundo. Só que a estratégia do time foi frustrada com uma infeliz expulsão de William Maranhão, que recebeu dois cartões amarelos em apenas quatro minutos.

 

Com um homem a mais, o time chileno viu a possibilidade de surpreender em Goiânia e saiu um pouco mais para o jogo. O Palestino (CHI) apostou nas bolas aéreas e quase marcou aos 18 minutos, em desvio que acabou passando rente a trave do goleiro Fernando Miguel.

 

O Palestino também teve Farías expulso aos 30 minutos da etapa final, que fez o Atlético-GO se lançar ao ataque pela vitória. As chances foram sendo criadas, sendo a primeira com Marlon Freitas aos 36 minutos e depois com Janderson aos 38, ambas finalizações com perigo ao gol.

 

Mas no final acabou prevalecendo a forte defesa chilena, que ainda contou com um pouco de sorte para deixar o gramado com pelo menos um ponto conquistado.

 

O Atlético-GO voltará a campo na quarta-feira (19) para enfrentar o Libertad (PAR) às 19h15, novamente no Antônio Accioly, em Goiânia. Enquanto o Palestino visitará o Newells Old Boys (ARG) na quinta, às 19h15 na Argentina.



LEIA MAIS

Futebol
Palmeiras multa Patrick de Paula por ida a uma festa clandestina: 'Inadmissível'
O incidente foi filmado e divulgado nas redes sociais
Futebol
Águia Negra perde para Rio Branco e segue sem pontos na Série D
Chiquinho marcou os gols da vitória do Capa Preta em Cariacica por 2 a 0
Futebol
Fluminense cede empate ao Fortaleza no Castelão
Com o resultado, o Fortaleza perdeu a oportunidade de assumir a liderança
Futebol
Corinthians joga mal e empata com o Bahia
O Bahia soma oito pontos.
Futebol
Internacional empata com o Ceará no Beira-Rio
Com o resultado, Inter e Ceará chegam a cinco pontos, mais próximos da luta contra o rebaixamento
Futebol
Bragantino marca no fim e vence o Flamengo no Maracanã pelo Brasileirão
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE